Meteorologia

  • 25 JUNHO 2021
Tempo
31º
MIN 20º MÁX 34º

Edição

Madeira "tem tudo pronto" para receber cruzeiros, diz Governo Regional

O vice-presidente do Governo Regional disse hoje que a Madeira tem "tudo pronto" para voltar a receber cruzeiros turísticos, mas ressalvou que as escalas na região dependem mais dos "países e da origem dos passageiros" do que do destino.

Madeira "tem tudo pronto" para receber cruzeiros, diz Governo Regional
Notícias ao Minuto

21:35 - 05/05/21 por Lusa

País Covid-19

"Temos tudo preparado para receber as operações e, se calhar, durante o verão deste ano podemos ter já novidades na Região Autónoma da Madeira em articulação com outros portos como são os dos Açores e de Canárias. Da nossa parte, temos tudo pronto", referiu Pedro Calado, após uma reunião com os representantes da Cruise Lines International Association (CLIA), considerada a maior associação comercial da indústria de cruzeiros do mundo.

Pedro Calado ressalvou, contudo, que a operação internacional de cruzeiros e suas escalas na região "depende muito mais dos países e da origem dos passageiros do que propriamente do destino".

Os responsáveis para a Europa e Portugal da CLIA visitaram hoje o Porto do Funchal, o Hospital Particular da Madeira e reuniram-se com o vice-presidente do Governo Regional e com o secretário regional da Saúde e da Proteção Civil, Pedro Ramos.

Nikos Mertzanidis, diretor para a Europa da CLIA, mostrou-se agradado com as medidas tomadas pelo Governo Regional, salientando que a Madeira é um importante destino no mundo dos cruzeiros.

"Pensamos retomar o mais cedo possível com o apoio do Governo, dos portos e da comunidade local", acrescentou.

A finalidade da visita dos responsáveis da CLIA, realizada a convite do Governo Regional, foi apresentar as condições sanitárias e de segurança implementadas nos portos do Funchal, do Porto Santo e marinas na sequência da entrada em vigor, em 16 de outubro, do Plano de Gestão de controlo e contenção da pandemia de covid-19 com vista à retoma da atividade de cruzeiros.

Os portos do arquipélago da Madeira estão abertos desde 16 de outubro, mas há 14 meses que não recebem barcos, estando a primeira escala, depois desta crise provocada pela pandemia de covid-19, agendada para 10 de setembro, do navio Balmoral que vem da Corunha e tem como destino o porto de Lisboa, sendo o único navio a aportar o Funchal nesse mês.

Segundo a Associação dos Portos da Região Autónoma da Madeira - APRAM, os portos da Madeira em 2020 sofreram uma quebra, comparativamente a 2019, de -62,26% em entrada de passageiros e de -63,87% em escalas de navios de cruzeiro.

À semelhança do que foi criado nos aeroportos da Madeira também foi implementado um corredor verde nos portos da região e um sistema de triagem aos passageiros desembarcados e embarcados.

A SGS Portugal já atribuiu aos portos da região a certificação de boas práticas na gestão dos riscos biológicos associados à covid-19.

Segundo a Direção Regional de Saúde, a Madeira registou hoje 20 casos novos de covid-19, passando a contar, desde 16 de março de 2020, 9.055 casos confirmados, 71 óbitos associados à doença.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.230.058 mortos no mundo, resultantes de mais de 154,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.983 pessoas dos 838.102 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Madeira iniciou vacinação a pessoas em situação de sem-abrigo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório