Meteorologia

  • 19 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 22º

Edição

Açores com 10 novos casos em São Miguel e seis recuperações

Os Açores detetaram nas últimas 24 horas 10 novos casos positivos de covid-19, todos na ilha Miguel, a maior e mais populosa do arquipélago, resultantes de 1.403 análises, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

Açores com 10 novos casos em São Miguel e seis recuperações
Notícias ao Minuto

12:35 - 03/03/21 por Lusa

País Covid-19

No seu boletim diário, a Autoridade de Saúde dos Açores assinala ainda que se registaram seis recuperações, sendo uma no concelho da Horta, ilha do Faial, e cinco na ilha de São Miguel.

Quanto aos novos casos detetados nas últimas 24 horas, foram identificados, em concreto, no concelho da Ribeira Grande sete novos doentes na vila de Rabo de Peixe, que se encontra parcialmente sob cerca sanitária.

De acordo com o comunicado da Autoridade de Saúde açoriana, foram ainda detetados três novos casos no concelho da Lagoa (São Miguel), dos quais três na freguesia de Nossa Senhora do Rosário.

"Todos os casos resultam de transmissão comunitária", refere a Autoridade de Saúde Regional, acrescentando que, no decurso da investigação epidemiológica, foi verificado que dois casos positivos, inicialmente alocados ao concelho de Ponta Delgada - freguesias de Fenais da Luz e Livramento, se encontram a residir no concelho da Ribeira Grande, nomeadamente em Rabo de Peixe.

O arquipélago continua hoje sem doentes de covid-19 internados e tem atualmente 956 vigilâncias ativas.

Assim, existem atualmente nos Açores 83 casos positivos ativos, sendo 70 em São Miguel, 10 no Pico e três na Terceira.

Desde o início da pandemia já foram apurados 3.905 casos positivos nos Açores, 3.688 pessoas recuperaram da doença e 29 morreram.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.549.910 mortos no mundo, resultantes de mais de 114,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.389 pessoas dos 805.647 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Vacinação de docentes e funcionários tem de ser "prioridade"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório