Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Montalegre reduziu ninhos de vespa asiática em 97%

Montalegre registou uma redução de 97% de ninhos de vespa asiática identificados em consequência da implementação de uma rede de armadilhas em todo o concelho, uma medida que se repete desde 2019, anunciou hoje autarquia.

Montalegre reduziu ninhos de vespa asiática em 97%
Notícias ao Minuto

14:04 - 23/02/21 por Lusa

País Vespa asiática

"A presença da vespa velutina diminuiu consideravelmente em todo o território do concelho de Montalegre, confirmado com a reduzida ou nula predação sobre os apiários. Com isso, não só os apicultores ficam bastante contentes como todo o ecossistema do Alto Barroso fica mais rico", afirmou José Luís Tavares, coordenador do plano municipal de combate àquela espécie invasora.

Desde 2019 que a autarquia do distrito de Vila Real espalha por todo o seu território uma rede de armadilhas para a vespa asiática. A rede preparada para 2021 já está no terreno e visa a "captura das vespas fundadoras (futuras rainhas) procurando, desta forma, interromper precocemente o seu ciclo de vida".

A rede de armadilhas só funciona até ao final de maio, porque é o período em que as vespas fundadoras saem da hibernação e quantas mais forem apanhadas menos ninhos haverá.

"Com a identificação de apenas um ninho de vespa velutina, durante o ano de 2020, o concelho de Montalegre consegue, em dois anos, uma redução de 97% de ninhos desta espécie invasora e predadora da abelha melífera", salientou a câmara em comunicado.

O município referiu que, em 2018, foram identificados 40 ninhos. Em 2019, e já como consequência da implementação do plano, foram identificados e retirados nove ninhos.

"Estes excelentes resultados, que superaram as melhores expectativas iniciais, são fruto de um planeamento metódico e um trabalho persistente, encarado com seriedade pelo município de Montalegre", referiu José Luís Tavares.

O projeto disponibiliza ainda um mapa interativo, com atualizações periódicas a cada monitorização, com os dados das capturas realizadas, para que qualquer pessoa possa acompanhar o desenvolvimento desta campanha.

O plano municipal inclui outras medidas como ações de sensibilização e esclarecimento da população local para o problema e para a identificação dos ninhos, bem como a retirada de todos os ninhos.

A presença da vespa asiática foi confirmada no distrito de Vila Real em 2015, tendo sido detetada, pela primeira vez, no concelho de Ribeira de Pena.

A vespa velutina é uma espécie asiática que exerce uma ação destrutiva sobre as colmeias de abelhas melíferas e pode constituir perigo para a saúde pública.

Esta espécie de vespa predadora foi introduzida na Europa através do porto de Bordéus, em França, em 2004. Os primeiros indícios da sua presença em Portugal surgiram em 2011, mas a situação só se agravou a partir do final do ano seguinte.

Leia Também: Trezentos ninhos de vespa asiática eliminados em Arganil em 2020

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório