Motorista de hotel algarvio procurado 'a reboque' do caso Maddie

A Polícia Judiciária está a procura de um homem de 40 anos que trabalhava como motorista do empreendimento turístico The Ocean Club, onde despareceu Madeleine McCann. Segundo avança o Diário de Notícias, o homem era responsável por transportar turistas desde o empreendimento até ao aeroporto de Faro.

© DR
País Judiciária

A praia da Luz, perto de Lagos, está novamente a ser local de buscas por parte da Polícia Judiciária. Desta vez, o desparecido é o antigo motorista do empreendimento onde estava alojado o casal McCann com os filhos, em maio de 2007.

PUB

Segundo o Diário de Notícias, o antigo condutor da carrinha do The Ocean Club, que deve ter aproximadamente 40 anos de idade. Depois do incidente, o homem, solteiro, deixou o empreendimento, trabalhou num bar e está neste momento desempregado.

“Estiveram cá, há dias, três indivíduos que se identificaram como sendo da Polícia Judiciária e pretendiam saber onde reside um homem que trabalhou na empresa The Ocean Club quando a Maddie desapareceu. Na altura costumava efetuar o transporte de turistas desde o aeroporto de Faro para os apartamentos do empreendimento na Praia da Luz. Depois, no final das férias, levava os clientes para o aeroporto para regressarem aos respetivos países. Tinha por hábito estar sempre a utilizar o telemóvel”, afirmou ao Diário de Notícias um habitante da Praia da Luz.

Descrito como “pacato e educado”, o homem originou uma nova presença da PJ na Praia da Luz, poucos dias após quatro investigadores britânicos da Scotland Yard se terem reunido em Faro.

Sobre a mesa da reunião, onde estiverem presentes Mota Cramo, o responsável pela Diretoria do Sul da PJ, e Ana Paula Rito, a coordenadora do Departamento de Investigação Criminal de Portimão, esteve o pedido de cooperação à polícia portuguesa para a realização de várias diligências.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser