Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
12º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Covid-19: Madeira inicia vacinação em funcionários das farmácias

A primeira dose de um total de 90 vacinas contra a covid-19 vai ser administrada no domingo a funcionários das farmácias da Madeira, que estão incluídos no grupo prioritário de vacinação, indicou hoje a Associação Nacional das Farmácias (ANF).

Covid-19: Madeira inicia vacinação em funcionários das farmácias
Notícias ao Minuto

18:33 - 06/02/21 por Lusa

País Covid-19

"Em articulação com a estrutura da ANF e da Ordem dos Farmacêuticos, a Direção Regional de Saúde definiu como prioritários os profissionais com mais de 50 anos com e sem comorbilidades associadas, que corresponde a cerca de 30% da totalidade dos colaboradores das farmácias da região afetos à dispensa de medicamentos e em contacto direto com utentes", explica em comunicado.

A Associação Nacional das Farmácias esclarece que o Governo da Madeira atribuiu um primeiro contingente de 90 vacinas às equipas das farmácias, que estão incluídas no grupo prioritário de vacinação contra o novo coronavírus.

A vacinação destes profissionais decorre no domingo, no Hospital Dr. Nélio Mendonça no Funchal.

"O reconhecimento das farmácias como prioritários para vacinação é determinante para aumentar a confiança da população face aos tempos difíceis que atravessamos", afirma Carlos Delgado, delegado regional da ANF, no comunicado.

A Madeira tem 65 farmácias e, com este primeiro agendamento do Governo Regional, pelo menos 50 estabelecimentos terão pelo menos um elemento vacinado, o que corresponde a 78%.

De acordo com as autoridades de saúde regionais, cerca de 25.000 pessoas deverão ser vacinadas contra a covid-19 no arquipélago da Madeira até março, o que corresponde a 10% da população, sendo que à data já foram administradas 10.240 doses.

O Plano Regional de Vacinação Covid-19, iniciado em 31 de dezembro de 2020, estabelece três fases, a começar pelos grupos prioritários - profissionais da área da saúde, dos setores público e privado, utentes e funcionários dos lares e Rede de Cuidados Continuados, elementos da Proteção Civil, forças de segurança e titulares de órgãos de soberania e entidades públicas -, ao que se seguem as pessoas com comorbilidades e, depois, o resto da população.

A estimativa aponta que sejam vacinadas 50 mil pessoas na primeira fase; outras 50 mil na segunda fase, e, por fim, 100 mil pessoas.

De acordo com os dados mais recentes, o arquipélago da Madeira regista 5.633 casos de covid-19 desde março de 2020, dos quais 1.842 ativos estão ativos, e 50 óbitos associados à doença.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório