Meteorologia

  • 07 MARçO 2021
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

'Positivos' no supermercado? Informação nas redes sociais é "falsa"

Superfícies comerciais dizem que se tratam de histórias sem "qualquer fundamento real". O Notícias ao Minuto contactou o Continente e o Lidl Portugal, duas das visadas.

'Positivos' no supermercado? Informação nas redes sociais é "falsa"

Trata-se de diversas histórias que andam a correr nas redes sociais e que, como apenas estas sabem fazer, se tem disseminado ao longo dos últimos dias. Contudo, trata-se de desinformação. Em causa está um boato sempre com um fio condutor semelhante - alguém vê um alegado infetado com o novo coronavírus às compras num supermercado e, ao ser alertado um responsável ou as forças de segurança, responde sempre mais do que um 'positivo' à chamada.

Correm relatos de histórias semelhantes - com mais ou menos pormenor e com alguns detalhes alterados - ocorridas em diversas cadeias de supermercados em vários pontos do país.

As superfícies do Continente foram (algumas das) visadas nestes posts e, em resposta ao Notícias ao Minuto, a Sonae MC fez saber que "as publicações que têm circulado nas redes sociais nos últimos dias sobre clientes infetados em lojas Continente não têm, até ao momento, qualquer fundamento real e a sua propagação só cria pânico injustificado pelo que o Continente as condena veementemente".

A empresa diz-se focada na "segurança de Clientes e Colaboradores/as, seguindo as orientações da Direção Geral da Saúde e do Ministério da Economia", tendo implementado "medidas alinhadas com as recomendações da Direção Geral da Saúde", como a limitação do número de pessoas no interior das lojas, a manutenção das distâncias de segurança, a desinfeção dos equipamentos e as barreiras acrílicas nas caixas de atendimento.

O Lidl é outro dos supermercados cujo nome foi 'arrastado' para esta questão e, também contactada pelo Notícias ao Minuto, fonte oficial da cadeia declara que a "informação divulgada por essas publicações é falsa" e que "tais situações não ocorreram em nenhuma das suas lojas".

E, no que a boatos diz respeito, o Lidl Portugal afirma que tem "colaborado com a VOST no esclarecimento dos mesmos, uma vez que surgem através das redes sociais".

"Os desmentidos têm sido feitos em cooperação com esta associação - Associação de Voluntários Digitais em Situações de Emergência - que se dedica precisamente a combater a desinformação que surge online e que, em contexto de pandemia, é vital que seja esclarecida rapidamente para tranquilização da população", lembrando ainda que a VOST Portugal "faz parte do Gabinete de Resposta Digital à Covid-19 no Governo Português, estando em contacto com diferentes autoridades".

No Twitter, também a VOST Portugal chamou a atenção para este fenómeno falso, criando uma sequência de tweets em que sintetiza a 'forma' como tudo acontece.

O músico Diogo Clemente foi uma das pessoas que partilhou uma história semelhante a algumas publicações falsas que circulam nas redes sociais já há alguns dias. De acordo com o ex-companheiro de Carolina Deslandes, a situação teria ocorrido numa grande superfície de Alcochete.

O Fama ao Minuto já contactou Diogo Clemente para esclarecer a informação que veiculou, mas sem sucesso até ao momento.

Leia Também: AO MINUTO: Portugal com 291 óbitos e maior n.º de recuperados de sempre

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório