Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Bombeiros, polícias e cargos de soberania vacinados na próxima semana

Marta Temido fez um ponto de situação sobre a vacinação contra a Covid-19.

Bombeiros, polícias e cargos de soberania vacinados na próxima semana

A estimativa é que "até ao final deste mês estejam vacinados cerca de 100 mil profissionais de saúde". Esta informação foi transmitida por Marta Temido, esta segunda-feira, após uma reunião com a task force da vacinação contra a Covid-19. A ministra da Saúde apontou ainda que, "até às 19 horas do dia 24 de janeiro", tinham sido "realizadas cerca de 255.700 inoculações de vacina". Portugal recebeu hoje mais doses da vacina da Pfizer.

Os profissionais vacinados são os "considerados prioritários pelos serviços do SNS, do INEM, do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, do Instituto Português do Sangue e da Transplantação", mas também profissionais "do Hospital das Forças Armadas, do Instituto Nacional de Medicina Legal, dos Serviços de saúde dos estabelecimentos prisionais e ainda profissionais de saúde de hospitais do setor privado e do setor social que estejam a receber doentes Covid em colaboração com o SNS".

A governante disse ainda que até hoje já foram "vacinadas mais de 160 mil pessoas entre profissionais e residentes em estruturas residenciais para idosos e estruturas da rede nacional de cuidados continuados e integrados, prevendo-se que", conforme planeado, "se termine esta semana a vacinação destas estruturas". Neste ponto, "o objetivo será cumprido".

Seguidamente, e também como previsto, irá avançar-se para "a vacinação dos outros serviços essenciais". Aqui inserem-se "profissionais de emergência pré-hospitalar, bombeiros, profissionais de serviços essenciais como forças de segurança e também titulares de órgãos de soberania". A vacinação iniciar-se-á "a partir da semana que vem".

Também para a semana começa a "vacinação das pessoas com mais de 50 anos e as comorbilidades identificadas como de risco para o internamento por Covid-19 ou um desfecho fatal". Este grupo, prosseguiu a ministra, "é um universo de cerca de meio milhão de pessoas".

Marta Temido falou ainda da intenção de "acelerar o ritmo da vacinação no espaço europeu", concretamente "com o objetivo de que até março deste ano todos os Estados-membros tenham vacinado, pelo menos, 80% dos seus profissionais de saúde e das pessoas com mais de 80 anos". O Ministério "está a trabalhar na atualização do Plano de Vacinação, prevendo-se que ainda hoje ou no decurso desta semana" a atualização seja verificada.

A ministra assegurou ainda que "Portugal continua a fazer os 21 dias de intervalo entre as tomas" das duas doses da vacina da Pfizer, tendo feito um pedido de apreciação à Agência Europeia do Medicamento, ainda sem resposta.

Leia Também: Catástrofe? "Não está a acontecer, mas estamos próximos de que aconteça"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório