Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Diocese do Funchal mantém missas e igrejas abertas

A Diocese do Funchal anunciou hoje que as missas continuarão a ser celebradas e as igrejas vão permanecer abertas na Madeira, embora as "atividades pastorais" estejam já "reduzidas ao mínimo".

Diocese do Funchal mantém missas e igrejas abertas
Notícias ao Minuto

18:03 - 21/01/21 por Lusa

País Covid-19

"As igrejas da Diocese do Funchal continuarão abertas e a missa continuará a ser celebrada com todos os cuidados e medidas preventivas", lê-se numa nota divulgada no 'site' da Diocese do Funchal.

Contudo, é acrescentado, a "Diocese continuará atenta à situação epidemiológica na região".

Em declarações à Lusa, o responsável do gabinete de informação da diocese, Marcos Gonçalves, adiantou que as restantes "atividades pastorais estão reduzidas ao mínimo, resumindo-se quase às missas".

Quanto às aulas de catequese, Marcos Gonçalves disse que "a decisão fica ao critério dos respetivos párocos, de acordo com a avaliação que façam da situação epidemiológica da paróquia".

Além disso, terão que estar "reunidas as condições que garantam o cumprimentos das regras sanitárias determinadas pelas autoridades", enfatizou.

A Conferência Episcopal Portugal (CEP) anunciou hoje a suspensão das missas, a partir de sábado, bem como das catequeses e outras atividades pastorais que impliquem contacto, face à situação pandémica que o país está a viver.

Tal como na Madeira, a Diocese de Angra decidiu manter as missas com a presença de fiéis nos Açores, por considerar que a situação da pandemia da covid-19 no arquipélago é diferente da que se verifica no continente português.

O boletim epidemiológico divulgado quarta-feira pela Direção Regional de Saúde indica que a Madeira tinha 129 novos casos de covid-19.

Desde o início da pandemia, a região contabiliza um total de 3.906 infeções e 31 óbitos associados à covid-19.

Neste momento, estão ativos 1.765 casos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.075.698 mortos resultantes de mais de 96,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.686 pessoas dos 595.149 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Dois médicos morreram nos últimos dias; Doses para 18 milhões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório