Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Marcelo considera que encerramento das escolas "é uma boa solução"

O Presidente da República e recandidato ao cargo, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou na quarta-feira à noite que o encerramento das escolas "é uma boa solução, se for essa que for adotada no Conselho de Ministros".

Marcelo considera que encerramento das escolas "é uma boa solução"

No final de uma entrevista ao Porto Canal, foi pedido a Marcelo Rebelo de Sousa que comentasse a notícia de "a ministra da Saúde acabou de anunciar que as escolas vão mesmo fechar" - Marta Temido, de facto, apenas admitiu que essa é uma possibilidade que será analisada na quinta-feira em Conselho de Ministros.

"Como imagina, eu já tinha uma noção de que poderia acontecer. Eu penso que é uma boa solução, se for essa que for adotada no Conselho de Ministros, e pelos vistos a senhora ministra anunciou", reagiu o chefe de Estado e candidato presidencial.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, "é uma boa solução" encerrar as escolas porque "não é fácil distinguir entre ciclos e fechar A, não fechar B, fechar C, não fechar D" e porque "a disseminação social está a entrar nas escolas".

"O número de turmas que estão em casa aumentou muito substancialmente nos últimos tempos, e alguns dos testes que começaram a ser feitos nas escolas parecem apontar para a prudência desse tipo de medidas. Mas está a dar-me a notícia. Eu não era suposto sabê-la e muito menos comentá-la aqui antes de o Governo decidir", acrescentou.

Hoje, durante uma ação de campanha na Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa disse perante um conjunto de alunos que o Governo iria ponderar entre hoje e quinta-feira o eventual encerramento das escolas, podendo tomar uma decisão antes da sessão alargada com epidemiologistas marcada para terça-feira.

"É uma questão que se vai colocar entre hoje e amanhã [quinta-feira] - não foi antes porque o primeiro-ministro não está em território português", adiantou, referindo que António Costa regressava na quarta-feira de Bruxelas, onde esteve a apresentar o programa da presidência portuguesa da União Europeia.

Marcelo Rebelo de Sousa apontou como "dados adicionais relevantes" a ter em conta nessa decisão o crescimento de casos em Portugal da "variante britânica" do novo coronavírus e a "disseminação social nas escolas".

Para terça-feira está marcada a 15.ª sessão alargada com epidemiologistas sobre a situação da covid-19 em Portugal, que decorrerá durante a manhã, e à tarde o Presidente da República ouvirá os partidos políticos com assento parlamentar, devendo em seguida propor à Assembleia da República mais uma renovação do estado de emergência.

Até agora, já morreram em Portugal 9.465 doentes com covid-19 e foram contabilizados mais de 581 mil casos de infeção com o novo coronavírus no país, segundo a DGS.

Leia Também: Catástrofe? "Não está a acontecer, mas estamos próximos de que aconteça"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório