Meteorologia

  • 05 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Três detidos por roubos em residências, estabelecimentos e veículos

Três homens foram detidos na zona Norte no âmbito de uma operação de combate aos crimes de roubo e de furto em residências, estabelecimentos comerciais e veículos, anunciou hoje o Comando Metropolitano do Porto da PSP.

Três detidos por roubos em residências, estabelecimentos e veículos
Notícias ao Minuto

13:49 - 18/01/21 por Lusa

País Porto

Em comunicado, a PSP explica que o efetivo da Divisão de Investigação Criminal "concluiu uma operação policial, no âmbito do combate aos crimes de roubo (nomeadamente 'carjacking') e furto de automóveis, residências e estabelecimentos comerciais, assim como, sequestro e utilização ilícita de cartão de crédito ou débito bancário, na região Norte do território nacional".

Os três detidos, de 33, 53 e 57 anos, "sem ocupação profissional conhecida", e residentes no Porto, na Maia e em Santa Maria da Feira, são "suspeitos da prática reiterada e em comunhão de esforços" destes ilícitos criminais, cometidos nesta área geográfica, refere a PSP.

A polícia acrescenta que a operação decorreu no domingo, altura em que foram realizadas 26 buscas domiciliárias e não domiciliárias nas áreas do Porto, Vila Nova de Gaia, Maia e Valongo (distrito do Porto), de São João da Madeira e Ovar (distrito de Aveiro) e de Guimarães (distrito de Braga).

O 'carjacking' é um fenómeno criminal que consiste, essencialmente, no roubo de veículos na presença ou proximidade do seu proprietário, que vê a sua integridade física ameaçada, geralmente com recurso a arma branca ou de fogo.

Na operação, os agentes policiais apreenderam uma reprodução de arma de fogo, munições, seis armas brancas, dois computadores, dois 'tablet', uma máquina fotográfica, três objetivas fotográficas, diversos óculos de sol, relógios, peças de vestuário e malas.

Além disso, a PSP apreendeu também um aparelho eletrónico de desbloqueamento de sistemas de segurança das viaturas.

Os detidos vão ser hoje presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

No comunicado, a PSP refere ainda que "no ano passado [2020] já havia sido detido um outro suspeito que se encontra sob a medida de coação de prisão preventiva pela prática do mesmo tipo de ilícitos criminais".

A operação desenvolvida pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) contou com a colaboração do Comando Distrital de Aveiro da PSP, do Destacamento da Unidade Especial de Polícia (UEP), de Equipas de Intervenção Rápida (EIR) do Comando Metropolitano do Porto da PSP, e do apoio da GNR, na sua área de jurisdição.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório