Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Covid-19: Vacinação nos lares da Mealhada arranca na terça-feira

A Câmara Municipal da Mealhada, no distrito de Aveiro, anunciou hoje que a vacinação vai arrancar nos lares do concelho, na terça-feira, tendo garantido para o efeito 20 mil vacinas e quatro viaturas de apoio.

Covid-19: Vacinação nos lares da Mealhada arranca na terça-feira
Notícias ao Minuto

15:47 - 17/01/21 por Lusa

País Covid-19

A vacinação "irá arrancar, nos lares, no dia 19 de janeiro", terça-feira, prosseguindo até ao dia 21, "tendo a autarquia já assegurado mais de 20 mil vacinas", entre as adquiridas pela administração central, "um número superior ao da população do concelho".

A autarquia colocará quatro viaturas municipais "ao serviço das equipas de vacinação (...), duas delas já usadas pelas 'equipas covid' que andam no terreno a fazer testes" e, "se preciso for, mais quatro viaturas" serão disponibilizadas.

O município "vai distribuir mais 300 mil máscaras cirúrgicas por funcionários municipais, instituições particulares de solidariedade social (IPSS), bombeiros, GNR e serviços de saúde do concelho, e onze mil folhetos de sensibilização à população", assinala.

O comunicado da câmara remete para a última reunião da Comissão Municipal da Proteção Civil, em que o anúncio foi feito pelo presidente da autarquia, Rui Marqueiro (PS).

A comissão de Proteção Civil entendeu também "permitir, nas feiras, mercados e venda ambulante, a aquisição de bens essenciais, por considerar que quanto maior for a oferta de produtos agro-alimentares, menor será o aglomerado de pessoas nos mesmos locais".

Segundo a autarquia, "durante o atual período de confinamento, vão manter-se as regras estabelecidas para o funcionamento das feiras", como a lotação máxima de quatro pessoas nas bancas de maiores dimensões, duas pessoas nas mais pequenas, e uso de máscaras e desinfetantes.

Mantêm-se ainda as regras relativamente aos cemitérios, com lotação máxima de cinco pessoas por 100 metros quadrados, e uso obrigatório de máscara, sendo desaconselhada a partilha de utensílios, e o atendimento para serviços será feito por marcação.

Relativamente às eleições presidenciais marcadas para domingo, 24 de janeiro, na reunião da Proteção Civil, o presidente da câmara assegurou "apoio no rastreamento das pessoas que constituirão as mesas de voto e a desinfeção dos espaços onde decorrerão os atos eleitorais".

"Uma comissão será também constituída, com o objetivo de levar a urna a casa dos munícipes que estiverem impedidos de sair de casa nesse dia", pode também ler-se no comunicado hoje emitido pela autarqia.

Segundo a delegada de saúde local, Anunciação Costa, citada pelo município, "os contágios ocorrem maioritariamente nos convívios em casas particulares".

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.022.740 mortos resultantes de mais de 94,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Portugal contabilizou hoje 152 mortes relacionadas com a covid-19 nas últimas 24 horas, e 10.385 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da DGS indica ainda que estão internadas 4.889 pessoas, mais 236 do que no sábado, das quais 647 em cuidados intensivos, ou seja, mais nove, novos máximos em ambos os casos.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, Portugal já registou 8.861 mortes associadas à covid-19 e 549.801 infeções pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 134.011 casos, mais 5.846 do que no sábado.

Leia Também: AO MINUTO: Ministro da Economia isolado. 10.º dia acima das 100 mortes cá

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório