Meteorologia

  • 21 MAIO 2022
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 25º

Porto suspende aumento de preço em museus até criar cartão do munícipe

A maioria do independente Rui Moreira na Câmara do Porto retirou hoje a proposta de aumento de preços no Museu da Cidade, após a oposição criticar a alteração sem a criação do cartão para acesso gratuito dos portuenses.

Porto suspende aumento de preço em museus até criar cartão do munícipe
Notícias ao Minuto

17:08 - 07/12/20 por Lusa

País Câmaras

"Não podemos acompanhar esta proposta de atualização nos diferentes polos do museu da cidade do porto, numa altura como esta, de grave crise económica. O ano de 2021 vai ser muito difícil, não parece ser altura certa", começou por afirmar a vereadora do PS Maria João Castro na reunião do executivo.

Rui Moreira explicou que a proposta de aumento de preços nos museus da cidade tem por base a criação do cartão do munícipe que confere a gratuitidade do acesso aos residentes no Porto e a socialista defendendo que a criação do cartão deve ser feita previamente ao aumento de preços, o que levou o autarca a retirar o documento da votação.

"Aquilo que entendemos é que deve discriminar positivamente os residentes, aproximar do zero. Isto implica, ao mesmo tempo, que os outros paguem aquilo que é o valor razoável, porque essa é que deve ser a política da cidade. É isto que está aqui em jogo", indicou o independente.

"Então primeiro cria-se [o cartão] e depois atualiza-se os preços", retorquiu a socialista Maria João Castro, tendo sido acompanhada pelo também vereador socialista Manuel Pizarro que sugeriu discutir o aumento de preços aquando da criação do cartão do munícipe.

A proposta mereceu a concordância quer de Ilda Figueiredo, da CDU, quer do vereador do PSD, Álvaro Almeida.

Em face da posição da oposição, Rui Moreira decidiu acolher a sugestão do PS, tem retirado a proposta.

O Museu da Cidade (MdC) é um museu engloba 17 estações, entre elas o Casa Marta Ortigão Sampaio, a Casa Tait, a Casa do Infante e a Biblioteca Sonora, organizados em cinco eixos (material, líquido, romântico, sonoro e natureza) que se cruzam entre si numa dinâmica que visa orientar os visitantes pelas diferentes rotas construídas, assinala a maioria na proposta.

A socialista Maria João Castro referiu, que embora estejam em causa valores baixos, há casos em que o aumento é 80%.

Recorrendo à análise comparativa com Lisboa, utilizada na proposta, para justificar o aumento de preços, a vereadora salientou que, no que toca aos descontos de 50%, no Porto os desempregados vão pagar dois euros, enquanto em Lisboa é grátis.

Por comparação, o preço cobrado na capital por um bilhete único de acesso a todos os museus da cidade é de seis euros, sendo válido por dois meses, enquanto que no Porto, o custo sobe para os oito euros e só é válido durante sete dias, acrescentou.

Numa análise mais global, a socialista lamentou a falta debate em torno do projeto do Museu da Cidade.

A vereadora da CDU, Ilda Figueiredo considerou "descabido" e "fora de tempo" a decisão de aumentar o aumentar o preço dos museus da cidade, sobretudo tendo em conta a crise que o setor cultural atravessa.

A comunista defendeu ainda que a isenção do pagamento aos domingos e feriados devia ser alargada, tal como foi aprovado no parlamento, por proposta do PCP, a todos os feriados, pelo que propôs que a proposta fosse retirada.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório