Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Buscas da PJ na câmara de Vila Verde terminam sem "qualquer arguido"

As buscas da PJ que tiveram hoje lugar na câmara de Vila Verde e em empresas de construção civil ligadas a presidentes de juntas de freguesia do concelho não resultaram na constituição de "qualquer arguido", informou aquela autarquia.

Buscas da PJ na câmara de Vila Verde terminam sem "qualquer arguido"

Em comunicado enviado ao final da tarde à Lusa, a câmara de Vila Verde, no distrito de Braga, esclarece que "como sempre vem acontecendo, o município reafirma o cumprimento total da legalidade".

A autarquia garante que "colaborou com as entidades competentes e continua disponível para colaborar para o cabal esclarecimento de todas as matérias e processos que estejam sob a alçada deste município".

Esta manhã, a câmara de Vila Verde, dirigida por António Vilela (PSD), e cinco empresas ligadas à construção civil pertencentes ou participadas por presidentes de junta do PSD foram alvo de buscas, confirmou à lusa fonte da PJ.

Segundo a mesma fonte, as buscas foram acompanhadas por duas magistradas do Departamento de Investigação e Ação Penal Regional (DIAP) do Porto, da secção de investigação económica e financeira.

Contactado pelo Lusa, o presidente, António Vilela (PSD), não quis prestar declarações.

À Lusa, o vereador socialista Luis Castro adiantou que a reunião do executivo que devia ter tido lugar esta manhã foi cancelada.

"Quando chegámos para a reunião fomos informados de que não haveria reunião porque estavam a ser feitas diligências na câmara pela Policia Judiciária", disse.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório