Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
12º
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Precipitação intensa no Algarve provoca cheias e desaloja uma família

Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Faro respondeu a mais de 80 ocorrências relacionadas com o mau tempo esta segunda-feira no Algarve.

Precipitação intensa no Algarve provoca cheias e desaloja uma família

A precipitação intensa que se fez sentir durante a madrugada e manhã desta segunda-feira no Algarve levou a Proteção Civil a responder a mais de 80 ocorrências relacionadas com inundações na via pública, em habitações e em estabelecimentos comerciais em Olhão, Loulé, Albufeira e Silves, sendo este um balanço provisório.

Fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro de Faro disse ao Notícias ao Minuto que há registo de duas ocorrências de queda de telhados. Numa das quais, em Quelfes, a queda de um tecto de pladur causou ferimentos leves numa pessoa que foi transportada, por precaução, para o hospital. 

Noutra situação, também no concelho de Olhão,  tecto de uma habitação cedeu, deixando cinco pessoas de um agregado familiar desalojadas.  

Em Silves, a queda de um muro em Alcantarilha danificou sete viaturas que ali se encontravam estacionadas. No sítio das Marinhas, a queda de outro muro danificou uma viatura. 

De acordo com o CDOS,  durante a madrugada o mau tempo afectou a zona de Olhão e durante a manhã Loulé, Albufeira e Silves.

Segundo a mesma fonte, as previsões para a parte a tarde "não são preocupantes", devendo registar-se um "desagravamento da situação" no Algarve, embora a zona do sotavento (leste) algarvio possa vir a ser mais afetada.

Recorde-se que, ao longo da semana, sobretudo quinta e sexta-feira, o concelho de Olhão foi fustigado pelo mau tempo, com várias inundações na via pública. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório