Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Hospital do Tâmega e Sousa transfere doentes para privado em Gondomar

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), que apoia concelhos como Paços de Ferreira, Felgueiras ou Lousada, transferiu 10 doentes com covid-19 para o Hospital Fernando Pessoa, unidade hospitalar privada de Gondomar, confirmaram hoje as autoridades de saúde.

Hospital do Tâmega e Sousa transfere doentes para privado em Gondomar
Notícias ao Minuto

17:23 - 28/10/20 por Lusa

País Covid-19

Em resposta escrita à agência Lusa, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) refere que "foi celebrado um protocolo com o Hospital--Escola da Universidade Fernando Pessoa para receber doentes covid", tendo este, "até à presente data, recebido 10 doentes transferidos pelo CHTS".

Já na conferência de imprensa de ponto de situação sobre a pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde usou esta transferência como exemplo de cooperação e parcerias entre o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e os setores públicos e privado.

"A Universidade Fernando Pessoa sempre recebeu doentes covid-19. Recebeu de um lar ilegal 23 doentes, dos quais nove ainda estão no hospital e 10 foram transferidos do Tâmega e Sousa (...). Respeitamos a lei de bases. Privilegiaremos o SNS, mas obviamente estamos em colaboração de forma supletiva e suplementar com o setor privado e social", disse António Lacerda Sales.

O governante revelou ainda que está em curso um "levantamento de necessidades" pelas autoridades regionais de saúde e, sem especificar quais as áreas geográficas ou hospitais de origem, enumerou hospitais dos grupos privados Trofa Saúde, Lusíadas e CUF como unidades com as quais as autoridades estão em contacto para "receber doentes covid e não covid".

Com unidades em Penafiel e em Amarante, o CHTS presta apoio a cerca de 520 mil pessoas de uma região que inclui Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras, concelhos onde vigora o dever de permanência no domicílio, decretado em Conselho de Ministros pelo Governo.

A agência Lusa pediu um ponto de situação ao CHTS, mas até ao momento não foi possível.

Já em declarações à SIC, que dá conta de que médicos deste hospital, nomeadamente o chefe do serviço de urgência, declinaram responsabilidades no exercício de funções devido à pressão que se faz sentir sobre o centro hospitalar, o presidente do CHTS disse que "o termo rutura é excessivo".

"Francamente, estamos a ouvir falar em rutura há mais de uma semana. Os nossos profissionais são uns heróis, estão sujeitos a uma carga violentíssima, mas sabem que a tutela e o conselho de administração estão a fazer tudo (...). Não me espanta nada que no final da semana tenha contratado cerca de 200 pessoas", disse Carlos Alberto Silva.

O responsável apontou que a unidade de Amarante está "em preparação para receber doentes covid-19" e que estão a ser montadas "novas estruturas".

Na terça-feira, a Ordem dos Enfermeiros Norte denunciou que às 22:00 de segunda-feira a área respiratória do serviço de urgência da unidade de Penafiel que pertence ao CHTS tinha 115 doentes, 29 dos quais casos confirmados covid-19.

"Isto para quatro enfermeiros. O conselho de administração tenta gerir, conseguiu um reforço de enfermeiros a meio da noite, mas não é humanamente possível (...). A tutela tem de tomar uma decisão importantíssima e olhar para este hospital, o mais preocupante a norte, de forma incisiva", disse à Lusa o presidente da secção regional do Norte, João Paulo Carvalho.

Já na sexta-feira a ministra da Saúde disse que há concelhos na região norte que "merecem maior preocupação" e estão a ser avaliados "muito concretamente" pelas autoridades de saúde.

No mesmo dia, em declarações à Lusa, o secretário de Estado Eduardo Pinheiro, que é também responsável pela coordenação da situação de calamidade na região Norte do país, disse à Lusa que, no caso do Tâmega e Vale do Sousa, a capacidade do hospital seria reforçada "já nestes dias".

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.395 em Portugal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório