Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 17º

Edição

Trabalhadores da Lusa com corte no subsídio de transporte desde outubro

O subsídio de transporte dos trabalhadores da agência Lusa passa a ser de 40 euros a partir de outubro, um corte de cerca de 30 euros, segundo a nota enviada hoje pelo presidente do Conselho de Administração, Nicolau Santos.

Trabalhadores da Lusa com corte no subsídio de transporte desde outubro
Notícias ao Minuto

13:12 - 23/10/20 por Lusa

País Imprensa

"O subsídio de transporte pago pela Lusa aos trabalhadores passa a ser de 40 euros, de acordo com o estipulado no Acordo de Empresa, que indexa este subsídio ao valor do passe mais elevado praticado na Área Metropolitana de Lisboa", lê-se no e-mail enviado aos trabalhadores.

Esta decisão -- que representa um corte no subsídio de cerca de 30 euros face aos 69,65 euros anteriormente pagos -- decorre do parecer da sociedade de advogados Sérvulo Correia & Associados, da posição do secretário de Estado do Tesouro transmitida à administração da Lusa, do parecer da assessoria jurídica pedida pelo Ministério da Cultura e da decisão do Conselho de Administração, justifica.

Os sindicatos (Sindicato de Jornalistas, SITESE -- Sindicato dos Trabalhadores e Técnicos de Serviços, Comércio, Restauração e Turismo e SITE/CSRA - Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Centro Sul e Regiões Autónomas) foram informados desta decisão numa reunião que decorreu esta manhã na sede da Lusa, em Lisboa.

Na sequência da nota da administração sobre o corte a aplicar no subsídio de transporte, as estruturas convocaram entretanto um plenário de trabalhadores para a próxima terça-feira, pelas 15:00.

Em agosto, a administração da Lusa manifestou-se disponível para negociar contrapartidas ao corte no subsídio de transporte, depois de os três sindicatos representativos da Lusa terem anunciado que o secretário de Estado, do Cinema, Audiovisual e Media (SECAM), Nuno Artur Silva, rejeitou os cortes do subsídio de transportes na agência de notícias sem negociações com os trabalhadores.

Segundo o Acordo de Empresa da agência Lusa, o valor do subsídio de transporte a pagar aos trabalhadores está indexado ao valor do passe mais elevado praticado na Área Metropolitana de Lisboa (AML).

O valor dos passes diminuiu no ano passado, com a aplicação do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) em abril de 2019, sendo que o valor máximo atual do passe Metropolitano, que dá para viajar em todos os operadores em toda a área metropolitana de Lisboa, é de 40 euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório