Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Português de 91 anos doa 300 mil euros a hospital psiquiátrico do Canadá

Carlos Guedes emigrou clandestinamente com apenas 25 dólares na carteira, mas conseguiu construir uma carreira sólida do outro lado do Oceano Atlântico.

Português de 91 anos doa 300 mil euros a hospital psiquiátrico do Canadá

Um português que emigrou há vários anos para o Canadá, com apenas 25 dólares no bolso, doou agora 400 mil dólares, cerca de 300 mil euros, a um hospital psiquiátrico do Canadá.

Em entrevista ao site Sudbury, Carlos Guedes, de 91 anos, revelou que fez a doação ao Maison McCulloch Hospice porque esta unidade hospitalar tratou “muito bem” vários amigos seus que precisavam de ajuda.

À mesma publicação, o idoso português explicou que conseguiu angariar o dinheiro ao longo de uma carreira de negócios construída “humildemente”, depois de ter emigrando “clandestinamente”, aos 30 anos e com apenas com “25 dólares no bolso”.

Carlos, que não falava nem inglês, nem francês, embarcou num navio com destino a Montreal, sem bagagem, nem documentos, apenas com o pouco dinheiro que tinha, alguns biscoitos e água. Durante os 11 dias de viagem viveu escondido no navio com medo de ser preso ou atirado ao mar.

Depois de uma enorme aventura para chegar a Toronto, onde conhecia um outro emigrante, o português teve vários trabalhos temporários. Dois anos depois, abriu um negócio – Body Shop Carlos - que lhe permitiu comprar casa e levar a mulher e os três filhos, que tinham ficado em Portugal, para o Canadá.

Já junto, o casal teve mais uma filha. Apesar de ter tido uma vida feliz, como descreve, Carlos perdeu a mulher em 1998. As saudades são muitas mas, desde que ela partiu, já teve “muitas, muitas namoradas”, afinal, sabe “dançar muito bem”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório