Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Sacyr Somague constrói nova UCI do Hospital Amadora-Sintra

A Sacyr Somague ganhou a construção da nova unidade de cuidados intensivos (UCI) do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) por 801.900 euros, numa obra que já começou e deverá estar pronta em 10 de dezembro.

Sacyr Somague constrói nova UCI do Hospital Amadora-Sintra
Notícias ao Minuto

13:55 - 21/10/20 por Lusa

País Hospitais

"Este investimento será para reforçar a resposta da medicina intensiva da instituição no contexto da pandemia covid-19, representando um acréscimo de 15 camas, face às atuais quatro camas existentes neste nível de cuidados intensivos", adiantou a construtora, num comunicado.

A UCI será construída numa área "atualmente ocupada pela Unidade de Cirurgia Ambulatória I, na proximidade física do Serviço de Medicina Intensiva, urgência geral e bloco operatório", com 460 metros quadrados e "capacidade funcional para 15 camas, sendo uma dessas camas destinada a doentes com necessidade de isolamento".

A Sacyr Somague referiu ainda que "o projeto inclui igualmente um posto de enfermagem e de vigilância centralizado com ampla visibilidade sobre os doentes acamados".

A construtora irá levar a cabo "o trabalho de adaptação do espaço, incluindo a demolição de estruturas, instalação de pré-instalações técnicas e construção da nova unidade", adiantou, na mesma nota.

Através da subsidiária Somague Concessões de Infraestruturas, a Sacyr Somague participa "na gestão de três hospitais, que representam mais de 1.200 camas disponibilizadas e servem uma população de quase dois milhões de utentes: Hospital de Vila Franca de Xira, Hospital de Braga e Hospital da Ilha Terceira", recordou a empresa.

"É uma obra estruturante para o Hospital Professor Doutor Fernando da Fonseca e com um impacto transversal em toda a instituição e na qualidade dos cuidados que prestamos", adiantou à Lusa, no dia 18 de outubro, o presidente do Conselho de Administração do Hospital Fernando Fonseca, Marco Ferreira.

A empreitada estava prevista realizar-se em 2021, mas também devido à atual situação de epidemia foi antecipada e vai ser realizada num "período bastante curto", disse o responsável, notando que o HFF é dos hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo com o maior número de doentes com covid-19 internados desde o início da pandemia.

"O objetivo é começar desde já a dar resposta ao aumento de necessidade que é previsível não só pelo inverno, como pela situação de pandemia por covid-19", vincou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório