Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Covid-19: Militares do Exército descontaminam centro de saúde de Estremoz

Trinta e um militares do Exército Português foram empenhados na descontaminação do Centro de Saúde de Estremoz (Évora), em resposta aos casos positivos de covid-19 detetados nestas instalações, anunciou hoje este ramo das Forças Armadas.

Covid-19: Militares do Exército descontaminam centro de saúde de Estremoz
Notícias ao Minuto

20:59 - 20/10/20 por Lusa

País Covid-19

Após terem sido detetados casos de covid-19 no Centro de Saúde, o Elemento de Defesa Biológica, Química e Radiológica do Exército (EDefBQR) procedeu "à preparação dos espaços" e "garantiu a descontaminação de cerca de 2.700 metros cúbicos das instalações", revelou este ramo militar, em comunicado publicado na sua página na Internet.

Na operação, que demorou "quatro horas", foi empenhado um total de 31 militares do EDefBQR, disse o Exército Português.

Estes militares, com especialização nas áreas de Polícia do Exército, de Sapador de Engenharia, de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica e de Saúde Operacional, integram a Força Militar do Exército preparada para cumprir missões de defesa Biológica, Química, Radiológica em território nacional", realçou.

O Exército Português adiantou ainda que, desde o início da pandemia provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, "descontaminou 10 lares/unidades de saúde, 384 viaturas de emergência e 740 tripulantes de viaturas de emergência".

O Serviço de Urgência Básica (SUB) do Centro de Saúde de Estremoz (Évora) encerrou na tarde de quinta-feira passada devido à existência de sete casos positivos de covid-19 na unidade de saúde, disse à agência Lusa, na altura, o presidente do município, Francisco Ramos.

O autarca indicou à Lusa que o SUB do centro de saúde local tinha fechado para desinfeção devido a este foco de covid-19, que envolve sete pessoas infetadas, entre médicos, enfermeiros e auxiliares.

A reabertura do SUB do centro de saúde chegou a estar prevista para o último domingo, mas a valência continuava hoje encerrada.

Contactada pela Lusa, na quinta-feira passada, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, confirmou, através do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Alentejo Central, apenas seis casos positivos da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 no Centro de Saúde de Estremoz.

Manteve-se sempre em funcionamento naquele centro de saúde a Unidade de Saúde Familiar e a Unidade de Cuidados na Comunidade, de acordo com a fonte da ARS do Alentejo.

Portugal contabiliza pelo menos 2.213 mortos associados à covid-19 em 103.736 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório