Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

FENPROF marca Dia do Professor no Porto com 'tapete' de meio quilómetro

Federação vai 'atapetar' a Avenida dos Aliados e a Praça da Liberdade com as "principais propostas para o Orçamento do Estado para 2021".

FENPROF marca Dia do Professor no Porto com 'tapete' de meio quilómetro

O Dia Mundial do Professor assinala-se no próximo dia 5 de outubro e a FENPROF já fez saber, em comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso, que vai assinala-lo no Porto. "Com as indispensáveis medidas de segurança sanitária", de que destacam o distanciamento a redução "significativa" do número de presentes e a utilização da máscara e de gel desinfetante, a Federação divulga que o ponto de encontro será às 14h30, na Praça dos Leões. 

Daquele local vão desfilar até ao centro da cidade, onde irão 'atapetar' a Avenida dos Aliados e a Praça da Liberdade com as "principais propostas para o Orçamento do Estado para 2021". O 'tapete' "será composto por 32 faixas que, no conjunto, medem mais de meio quilómetro". 

A FENPROF refere ainda que, "naturalmente", o Dia Mundial dos Professores será "marcado pela situação de pandemia e as suas consequências na Educação, tanto no plano sanitário, como pedagógico", mas que "as preocupações e a atenção dos professores não se esgotam nelas". 

"Num momento em que a profissão perde professores e não ganha candidatos, contrariar essa preocupante realidade passa por garantir condições de atratividade, isto é, por valorizar as condições de exercício profissional dos docentes, quer ao nível da carreira, estabilidade de emprego e profissional ou aposentação, quer das condições de trabalho", pode ler-se na nota, frisando que "rejuvenescer a profissão docente, tornando-a atrativa, é urgente e inadiável", sob "pena de as escolas deixarem de ter docentes devidamente qualificados, com consequências muito negativas na qualidade do ensino em Portugal".

A Federação apontou ainda que "professores e educadores, como tantos outros profissionais no nosso país, foram extraordinários durante o período em que as escolas encerraram, extraordinários na organização do presente ano letivo e extraordinários neste regresso ao ensino presencial", facto que "reforça a sua legitimidade para exigirem ser respeitados, reconhecidos e valorizados".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório