Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Sintra vai lançar concurso internacional para construção do novo hospital

A Câmara de Sintra aprovou hoje o lançamento de um concurso internacional para a construção do novo hospital, num investimento de 40,4 milhões de euros cujas obras têm início previsto para 2021.

Sintra vai lançar concurso internacional para construção do novo hospital
Notícias ao Minuto

15:39 - 22/09/20 por Lusa

País Hospital

De acordo com a informação divulgada pela autarquia, as empresas de construção têm agora 111 dias para concorrer a esta obra, cuja construção fica a cargo da Câmara de Sintra, enquanto o Estado assume a aquisição e instalação do equipamento, orçamentadas em 22 milhões de euros.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, realçou que a decisão de hoje é resultado de "um longo caminho" e que este desfecho é "histórico".

"Fizemos um longo caminho até aqui, que começou pelo caderno de encargos, que para uma obra desta natureza é um trabalho complexo, mas que se conseguiu ultrapassar com vontade, trabalho e competência. Além do mais, é a primeira vez na história autárquica portuguesa que um concelho faz um hospital e o entrega 'chave na mão' ao Serviço Nacional de Saúde", sublinhou o autarca.

Basílio Horta acrescentou que este "grande investimento" só é possível "pelo controlo da despesa corrente" que tem levado a cabo na autarquia sintrense.

O presidente da Câmara frisou ainda que a construção desta nova unidade hospitalar no concelho vai pôr fim à sobrecarga que o hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca tem sofrido.

"Estamos dependentes, quase exclusivamente do hospital Amadora-Sintra, que foi previsto para 300 mil pessoas e neste momento serve 650 mil, o que revela um completo desajustamento entre as necessidades do concelho e a oferta de serviços de saúde. Isso tornou necessário a criação deste hospital, que ainda assim estará ligado ao hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca", explicou o autarca.

Basílio Horta adiantou que hoje mesmo foi também assinado um protocolo entre a Câmara de Sintra e a Câmara da Amadora para financiar o alargamento da Urgência daquela unidade, numa obra que vai ser feita ainda neste mês de setembro e que custará a cada município 500 mil euros.

A proposta para o lançamento do concurso de construção do novo hospital foi aprovada com os votos favoráveis do presidente e vereadores eleitos pelo PS (6 no total), voto favorável do vereador independente Carlos Parreiras (1), voto favorável dos vereadores do PSD (2) e voto contra do vereador da CDU (1).

O novo hospital de Sintra será constituído por três unidades, ambulatório programado, serviço de urgência básica e unidade de convalescença. Terá 19 especialidades e terá capacidade para atender 60 mil urgências anualmente.

O ambulatório programado contempla consultas externas e exames, unidade de saúde mental, medicina física e de reabilitação, central de colheitas, unidade de cirurgia de ambulatório e bloco de cirurgia de ambulatório.

Quanto às especialidades, a unidade de saúde contará com anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica e reconstrutiva e estética, gastrenterologia, medicina física e reabilitação, medicina interna, neurologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pediatria, pneumologia, psiquiatria, radiologia e urologia.

Durante a reunião do executivo camarário, o presidente da Câmara Municipal de Sintra anunciou ainda a descida do IMI em três pontos percentuais para 2021, e anunciou que foram aprovados o lançamento de empreitadas num investimento global de 51,1 milhões de euros, para além da aprovação de apoios sociais na Educação e Desporto e na Solidariedade no valor de 1 milhão 988 mil euros.

BYD // MCL

Lusa/Fim

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório