Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Marcelo faz um balanço "muito positivo" de primeira semana do ano letivo

O Presidente da República quis deixar uma mensagem de agradecimento a todos os portugueses pela "participação intensa", nesta semana de arranque do ano letivo.

Marcelo faz um balanço "muito positivo" de primeira semana do ano letivo

Marcelo Rebelo de Sousa deu, esta sexta-feira, nota "muito positiva" à primeira semana do início do ano letivo. Em declarações aos jornalistas, à margem de uma escola em Olhão, no Algarve, o Presidente da República quis deixar uma mensagem especial de agradecimento a todos os portugueses.

"Queria agradecer como Presidente da República a vossa [de todos os cidadãos] abertura, compreensão, disponibilidade. Eu soube, não tivesse netos ou colaboradores com filhos, o que foi a participação intensa de todos nesta semana de arranque do ano letivo", sublinhou o Chefe do Estado, recordando que estes primeiros dias eram uma incógnita para toda a população. 

Denotando que a fase em que o país se encontra "é um momento difícil", independentemente de estarmos ou não numa eventual segunda vaga, Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que a pandemia "está muito longe do fim" e aproveitou o momento para recordar que a aplicação das medidas do regime de contingência em vigor "depende de todos nós"

Para além de um sincero agradecimento a toda a comunidade escolar, o Presidente da República deixou também um grande elogio aos profissionais de saúde, que "sempre foram excepcionais, nos últimos meses, e que serão no futuro também excepcionais. "Isto é uma confiança muito grande (...) é fundamental. Sabemos que o pessoal da saúde não falha, é do melhor e que está e vai cumprir a sua missão", argumentou. 

Reforçando a noção de que a Economia não vai poder parar e que o ensino presencial também deverá sempre que possível continuar a funcionar, o Chefe do Estado ainda apelou a "uma certa contenção" por parte de todos aquando fora dos locais de trabalho ou das salas de aulas. "Vamos todos fazer um esforço para que - mantendo aquilo que é o trabalho do dia-a-dia que é próprio de uma sociedade que avança e mantendo o ensino presencial com as precauções na escola e nas entradas e saídas das mesmas - haja uma contenção útil para todos nós. Não juntar novos factores, sejam manifestações de massas ou confraternizações"

Por fim, ainda sobre a pandemia, Marcelo Rebelo de Sousa denotou que a informação que os portugueses recebem sobre a evolução epidemiológica "é das mais completas em termos internacionais". Lá fora, vincou o Presidente, "há um boletim ou uma apresentação diária muito curta", em oposição a Portugal, "onde se vai mais longe".

"Cá responde-se a perguntas, explicasse com um epidemiologista o que acontece. (...) Portanto, as pessoas tem a possibilidade de acompanhar em pormenor o que se passa e de ajudarem.  Sabem como podem ajudar e tem de o fazer", concluiu. 

O Presidente da República esteve, esta sexta-feira, juntamente com o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, na inauguração das obras na Escola EB1 n.º5 de Olhão, no Algarve. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório