Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

19 detidos em desmantelamento de rede de tráfico de droga no Algarve

Para além das detenções, foram apreendidas mais de 20 mil doses de vários tipos de drogas, armas de fogo e milhares de euros em numerário. O grupo criminoso operava maioritariamente em Albufeira e tinha construído relações com proprietários de casas e trabalhadores de hotéis e discotecas, a fim de escoar a droga.

19 detidos em desmantelamento de rede de tráfico de droga no Algarve

A GNR de Faro desmantelou uma rede organizada de tráfico de estupefacientes no Algarve. Num comunicado enviado esta segunda-feira às redações, a autoridade revela que no âmbito desta operação foram detidas, ontem, 19 pessoas - 15 homens e quatro mulheres, com idades compreendidas entre os 22 e os 65 anos - por tráfico de droga. 

As detenções foram o culminar de uma investigação, que decorria há cerca de uma ano e nove meses, que se focou na atividade de um grupo organizado que geria uma rede de distribuição e de tráfico de droga, liderada por dois suspeitos estrangeiros.

"O grupo operava essencialmente no concelho de Albufeira, mas estendia também a sua atividade a diversos outros concelhos do distrito de Faro, nomeadamente Portimão, Silves, Lagoa, Loulé, Olhão e Tavira", detalhou a força militar. 

Ao que foi apurado, o grupo entregava droga em casas, moradias de férias ou hotéis na região, contando com "o apoio de diversos funcionários, exploradores e proprietários de estabelecimentos de diversão noturna que, mediante comissão nas vendas, entregavam a droga aos seus clientes".

No âmbito da investigação, foi ainda dado cumprimento a 69 mandados de busca - 30 domiciliárias, 29 a veículos e dez a estabelecimentos de diversão noturna -, tendo sido apreendido: 19.471 doses de cocaína; 2.511 doses de haxixe; 2.760 doses de heroína; 76 plantas de canábis; três armas de fogo; seis veículos; 39 telemóveis; 12 balanças e 39.483 euros e 365 libras e numerário.

A operação envolveu mais de 100 militares da GNR, tendo o Comando Territorial de Faro sido reforçado com militares da Direção de Investigação Criminal (DIC) e dos Comandos Territoriais de Lisboa, Setúbal, Portalegre, Évora e Beja.  Os detidos serão presentes ao Tribunal Judicial de Faro amanhã, dia 17 de setembro, a fim de serem sujeitos a primeiro interrogatório judicial.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório