Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

"A escola em si não transmite o vírus a ninguém"

António Costa visitou uma escola de Benavente, no dia em que se assinala o início do ano letivo.

"A escola em si não transmite o vírus a ninguém"
Notícias ao Minuto

11:20 - 14/09/20 por Notícias Ao Minuto

País António Costa

António Costa visitou a escola AEB Educação e Formação, em Benavente, esta segunda-feira, dia 14 de setembro, dia em que se inicia o novo ano letivo e se assinala o regresso às aulas presenciais para 1.3 milhões de alunos de escolas públicas.

Durante a sua intervenção, o primeiro-ministro sublinhou que 16 de março, dia em que as escolas foram encerradas devido à pandemia da Covid-19, "foi muito importante para conter a pandemia", mas "causou um prejuízo muito grave no processo de aprendizagem de alunos".

Apesar do "esforço enorme" feito pelos alunos, escolas, professores e famílias, durante o ensino à distância, o Chefe do Governo salientou que o país está a "pagar" um preço demasiado alto pelo fecho das escolas e que é necessário voltar ao ensino presencial.

"Não podemos continuar a pagar o preço de ter uma escola encerrada. Não podemos continuar a pagar o preço das desigualdades que gera a ausência do ensino presencial. Não podemos deixar que as gerações futuras tenham de sacrificar os processos de aprendizagem", frisou.

António Costa aproveitou o momento para agradecer "o esforço" neste retorno às aulas presenciais e apelar a que todos cumpram as medidas de proteção para evitar a propagação do novo coronavírus.

"A precaução é fundamental porque nenhum de nós pode relaxar. O vírus está entre cada um de nós e somos nós que transmitimos o vírus uns aos outros. A escola em si não transmite o vírus a ninguém", explicou o primeiro-ministro, recordando que a precaução significa "usar a máscara, desinfetar e lavar as mãos o máximo de vezes possível, manter o distanciamento físico, respeitar os circuitos planeados", etc.

Antes de terminar o discurso, António Costa relembrou que "este não vai ser um ano letivo sem problemas", mas que para diminuir o risco é necessário que todos façam um esforço "dentro e fora da escola".

Leia Também: AO MINUTO: Mortalidade vai subir, diz OMS; Vacina para todos? Só em 2024

Recomendados para si

;
Campo obrigatório