Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Quatro pessoas infetadas em restaurante da Fonte da Telha em Almada

O sócio-gerente e três funcionários do restaurante Areias da Telha, na praia da Fonte da Telha, Almada, estão infetados com covid-19 e o estabelecimento vai permanecer encerrado até 13 de setembro, confirmou hoje o responsável daquela concessão de praia. 

Quatro pessoas infetadas em restaurante da Fonte da Telha em Almada
Notícias ao Minuto

22:56 - 07/09/20 por Lusa

País Covid-19

"Temos três funcionários infetados e eu próprio também acusei positivo", disse à agência Lusa o sócio-gerente e responsável da concessão de praia, Paulo Barata, adiantando que, na passada quarta-feira, o delegado de saúde mandou encerrar o estabelecimento até dia 13 de setembro.

"Um funcionário nosso foi domingo [30 de agosto] ao Hospital Garcia de Orta, em Almada, tendo-lhe sido diagnosticado um problema de saúde, mas os médicos detetaram que também estava infetado com vírus da covid-19. Na terça-feira [01 de setembro], também eu fui fazer testes, a título particular, e acusei positivo", disse o responsável do restaurante.

Paulo Barata diz ter apenas sintomas ligeiros e estar a cumprir o período de quarentena, mas adianta que o primeiro funcionário do restaurante com sintomas de covid-19, e que tem outro problema de saúde que só agora terá sido diagnosticado, permanece internado no Hospital Garcia de Orta.

"Dos restantes funcionários do restaurante, temos também quatro já com testes negativos. Os outros vão fazer testes à covid-19 durante o dia de amanhã (terça-feira), em Almada", esclareceu.

A par dos problemas de saúde devido à infeção, Paulo Barata terá de suportar os prejuízos provocados pelo encerramento do restaurante. E ainda não sabe se poderá vir a beneficiar de qualquer ajuda financeira de entidades oficiais, designadamente da Câmara Municipal de Almada.

"Não temos receitas. E só para o nadador-salvador são 2.600 euros por mês", disse.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 889.498 mortos e infetou mais de 27,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.843 pessoas das 60.507 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório