Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2020
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Dois mortos e dezenas de feridos em descarrilamento de comboio em Soure

Descarrilamento de Alfa Pendular ocorreu pelas 15h30. Presidente da República lamentou "grave acidente" e apresentou condolências aos familiares das vítimas.

Dois mortos e dezenas de feridos em descarrilamento de comboio em Soure

O comboio Alfa Pendular que descarrilou hoje na Linha do Norte, no concelho de Soure, distrito de Coimbra, após colidir com uma máquina de trabalho, causou pelo menos dois mortos e pelo menos seis feridos graves

Há ainda a registar "uma a duas dezenas de feridos" que "estão a ser tratados e encaminhados", disse o presidente da Câmara Municipal de Soure em declarações à SIC Notícias. . As restantes pessoas que seguiam no comboio estão a ser encaminhadas para o pavilhão municipal onde terão apoio psicológico e médico. 

As vítimas mortais não são passageiros do Alfa Pendular, detalhou ainda o autarca. As duas vítimas mortais eram os operadores da máquina da REFER contra a qual o comboio Alfa Pendular colidiu, afirmou o comandante Distrital de Operações de Coimbra.

No comboio, que circulava no sentido Sul-Norte com destino ao Porto quando o acidente ocorreu, seguiam 280 passageiros.️ 

O descarrilamento aconteceu após o embate entre o Alfa Pendular e uma máquina de trabalho, tendo o alerta sido dado às 15h30, afirmou fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC). O embate terá ocorrido na zona de Casalinhos, concelho de Soure.

Nas redes sociais surgem os primeiros registos do local do acidente, como o que se pode ver abaixo. 

À SIC, um passageiro que seguia no comboio, disse que o socorro foi rápido, salientando que o mais difícil foi retirar as pessoas das carruagens porque as portas terão ficado bloqueadas. André Rito contou que viu muitos idosos. "Formou-se aqui entretanto um pequeno hospital de campanha", relatou. 

O Presidente da República já lamentou o "grave acidente ferroviário" desta tarde na Linha do Norte, de cujos detalhes foi informado pelo Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, que se encontra a caminho do local. 

Numa nota na Presidência, o chefe de Estado apresentou "sentidas condolências aos familiares e amigos das vítimas mortais" e desejou as "rápidas melhoras aos numerosos feridos, aguardando os resultados das investigações técnicas e judiciais"

De acordo com a página da Proteção Civil, foram mobilizados para o local 181 operacionais, auxiliados por 72 veículos e dois meios aéreos. 

[Notícia em atualização]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório