Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2020
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Mãe que terá confessado morte do filho ficou em prisão preventiva

Um jovem 17 anos foi encontrado morto num poço, em Mirandela, na segunda-feira, e a mãe terá acabado por confessar a autoria do crime às autoridades. A suspeita irá aguardar julgamento em prisão preventiva, decretou hoje o Tribunal de Mirandela.

Mãe que terá confessado morte do filho ficou em prisão preventiva

O Tribunal de Mirandela decretou esta terça-feira a prisão preventiva para a mulher suspeita de matar o filho de 17 anos, cujo corpo foi retirado de um poço na aldeia de Cabanelas, no distrito de Bragança.

O crime ocorreu na segunda-feira e a mulher, de 52 anos, terá confessado os factos, tendo sido também ela a dar o alerta de que filho estava no poço num terreno agrícola.

Recorde-se que a mãe terá dado o alerta para o alegado desaparecimento do jovem de 17 anos, indicando às autoridades que este estaria num poço.

Mais tarde, segundo avançaram à Lusa fontes da GNR e da Proteção Civil, a mulher terá acabado por confessar a autoria do homicídio, o que levou a que o caso passasse para alçada da Polícia Judiciária (PJ) para investigação das circunstâncias em que ocorreu a morte do jovem.

Relatos na aldeia onde viviam mãe e filho dão conta de que a vítima sofria de autismo e que a relação familiar se terá degradado com o confinamento devido à pandemia de covid-19, e ao consequente encerramento da escola que o jovem frequentava.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório