Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2020
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Surto de Covid-19 em Paços de Ferreira fecha fábrica e escola

Há pelo menos nove pessoas infetadas no concelho.

Surto de Covid-19 em Paços de Ferreira fecha fábrica e escola

A Fábrica de Lacados Abrelac e Escola Básica n.º 2 de Paços de Ferreira foram encerradas devido a um surto de Covid-19 que já infetou nove pessoas no concelho.

De acordo com a SIC Notícias, o surto terá começado numa empresa de acabamentos de móveis na freguesia de Eiriz, quando um dos funcionários começou a ter sintomas da Covid-19.

Entretanto, foram feitos testes aos 20 funcionários, três dos quais tiveram resultado positivo. A empresa foi encerrada pelas autoridades de saúde e os trabalhadores enviados para casa. Contudo, o vírus já tinha chegado ao centro escolar de Paços de Ferreira, onde há agora seis infetados entre professores e funcionários.

Ao canal de televisão, a autarquia disse que a situação está controlada e que os dois focos de infeção devem estar relacionados, visto que, houve contacto entre funcionários da fábrica e funcionários da escola.

Também o estabelecimento de ensino, onde até então funcionava o pré-escolar, foi entretanto fechado e desinfetado e os funcionários enviados para casa de quarentena.

Já em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Paços de Ferreira, Humberto Leão de Brito, confirmou a deteção de seis casos de covid-19 em alunos, professores e assistentes operacionais na Escola Básica n.º 2 de Paços de Ferreira (Centro Escolar de Paços de Ferreira), e que o estabelecimento de ensino vai ser encerrado de forma preventiva, para limpeza e desinfeção, assegurando as condições de segurança aquando da sua reabertura.

"É importante dizer que são medidas preventivas e antecipatórias para interromper as cadeias de transmissão", acrescentou o autarca.

Nos próximos dias vão ser testadas o maior número de pessoas para interromper as cadeias de transmissão.

A Câmara Municipal de Paços de Ferreira pediu este domingo à comunidade para dar "continuidade à implementação de todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde", designadamente o "uso imprescindível de máscara ao nível social e laboral, sobretudo em espaços fechados", bem como manter o "distanciamento físico entre cidadãos" (cerca de dois metros), "rigorosa higienização das mãos" e "evitar contactos desnecessários / não essenciais com outros cidadãos que não coabitantes".

pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 530.865 mortes em todo o mundo e quase 11,3 milhões de infetados, segundo o mais recente balanço da AFP a partir de dados oficiais.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório