Meteorologia

  • 03 MARçO 2021
Tempo
20º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

São 19 (e não 15) as freguesias que permanecem em Estado de Calamidade

O ministro Eduardo Cabrita revelou, esta terça-feira, quais as freguesias em causa. Toda a Amadora (6) e Odivelas (4) são 'afetadas'.

São 19 (e não 15) as freguesias que permanecem em Estado de Calamidade

O ministro da Administração Interna revelou, esta terça-feira, quais as freguesias que permanecem em Estado de Calamidade devido ao elevado número de casos de Covid-19 que se registam nesses locais. Ontem, o primeiro-ministro, António Costa, tinha revelado serem 15 - de cinco municípios - nesta situação mas, Eduardo Cabrita avançou mais, subindo o valor total para 19

Como avançado ontem, todas as freguesias da Amadora e de Odivelas se iriam manter em Calamidade - informação hoje confirmada pelo ministro. Estes dois municípios contabilizam 10 freguesias. 

Assim, as seis freguesias da AmadoraAlfragideÁguas Livres, Encosta do Sol, Falagueira/Venda Nova, Mina de Água e Venteira - continuam nesta situação, assim como as quatro de Odivelas: Odivelas, Pontinha/Famões, Póvoa de Santo Adrião/Olival Basto e Ramada/Caneças.

Nos outros concelhos, nem todas as freguesias são 'afetadas'. Eduardo Cabrita explicou que são seis as freguesias de Sintra em Calamidade, "correspondentes à zona do eixo da linha de Sintra e do IC19". À TSF, fonte da autarquia revelou serem Algueirão/Mem Martins, Agualva/Mira Sintra, Cacém/São Marcos, Massamá/Monte Abraão, Queluz/Belas e Rio de Mouro.

Já quanto a Loures são duas as freguesias em causa: "As de CamarateUnhos e Apelação e a freguesia de Sacavém/Prior Velho", explicitou o ministro da Administração Interna.

Por fim, em Lisboa, "estamos a falar de uma freguesia", Santa Clara.

De recordar que, desde a meia-noite de hoje, estão em vigor na Área Metropolitana de Lisboa algumas medidas restritivas que correspondem a um 'passo atrás' no desconfinamento. Os ajuntamentos voltaram a poder ter apenas um número máximo de 10 pessoas, com as autoridades a terem o poder de autuar quem não cumprir. Incorre-se ainda num crime de desobediência. 

Saiba em pormenor aqui o que está em causa. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório