Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

"A festa é como a sardinha, quer-se pequenina". Este é o apelo do Porto

A Câmara do Porto recorreu ao imaginário coletivo para lançar uma campanha de sensilização, numa altura em que se aproxima o São João.

"A festa é como a sardinha, quer-se pequenina". Este é o apelo do Porto

"No São João fica ao portão", "Arraial? Só meia dúzia no quintal", "A festa é como a sardinha, quer-se pequenina". Estas são algumas das mensagens que, quem se desloca diariamente pelo Porto, poderá ver espalhadas pela cidade.

Esta é uma ação de sensibilização da Câmara Municipal do Porto que, face à pandemia de Covid-19, pretende alertar a população para a necessidade de, este ano, se festejar o São João em casa.

As frases escolhidas para esta campanha foram distribuídas por vários 'mupis' da Invicta. Com efeito, a autarquia convida-o a descobrir "as frases escolhidas que recorrem ao imaginário popular associado à festividade para converter tradições num outro modo de viver o São João em 2020".

A campanha "foi lançada num curto espaço de tempo, depois de, na semana passada, Rui Moreira ter juntado os conselheiros que fazem parte dos Conselhos Municipais de Segurança e Economia, e do debate ter saído a ideia unânime de que não pode haver facilitismo quanto às festas de São João", pode ler-se na nota partilhada no site institucional da Câmara.

Recorde-se que o encerramento na noite de São João da ponte Luís I é uma das medidas tomadas pelas câmaras do Porto e de Vila Nova de Gaia para uma noite que habitualmente leva milhares à rua. 

Na noite do dia 23 de junho, terça-feira da próxima semana, também as lojas de conveniência e dos serviços de transportes encerrarão mais cedo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório