Meteorologia

  • 07 JULHO 2020
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 35º

Edição

Começou este sábado a testagem de trabalhadores na Grande Lisboa

Informação foi revelada hoje por comunicados dos ministérios do Trabalho e da Saúde.

Começou este sábado a testagem de trabalhadores na Grande Lisboa

"Inicia-se hoje e decorrerá ao longo dos próximos dias uma operação coordenada de testagem de trabalhadores em empresas e locais de trabalho com fatores de risco na região da Grande Lisboa, no âmbito da estratégia traçada para prevenir e conter os riscos de contágio associados à Covid-19", pode ler-se em dois comunicados enviados às redações, este sábado, pelos ministérios do Trabalho e da Saúde.

O foco principal, explicam ainda, "incidirá em zonas com mais casos identificados e, em particular, em empresas e locais de trabalho com casos diagnosticados ou com fatores de risco associados".

Esta operação será conduzida num esforço conjunto das autoridades de saúde, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) e do Instituto da Segurança Social (ISS).

Recorde-se que, na conferência de imprensa da inicidência da Covid-19 deste sábado, a ministra da Saúde, Marta Temido, referiu que "desde meados de maio que o número de novos casos de Covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo se mantém em cerca de 180 novos casos por dia. E nos oito últimos dias nesta região, ela representou, em média mais de 85% dos novos casos registados no país". 

Nesta sequência, a governante apresentou ainda um reforço de medidas: "Primeiro, o rastreio da infeção focado nas atividades em que se tem verificado maior incidência e surtos da doença - designadamente áreas ligadas à construção civil, cadeias de abastecimento, transporte e distribuição". 

Em segundo lugar, "a testagem de todas as pessoas em relação às quais as autoridades de saúde tenham determinado a vigilância ativa por serem contactos dos referidos profissionais". Por fim, "a determinação do confinamento obrigatório destas pessoas e a garantia do mesmo". 

Serão ainda apontados "locais alternativos para o confinamento domiciliário, quando se comprove que as condições de habitabilidade não reúnem os critérios de exequibilidade para o isolamento". O acompanhamento clínico de casos confirmados será feito "diariamente" por profissionais de saúde através de visitas domiciliárias. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório