Meteorologia

  • 13 JULHO 2020
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 37º

Edição

Portugal é notícia lá fora por ser dos países que mais testa

O The Thelegraph destaca que em meados de abril, Portugal encontrava-se no top 10 dos países que mais estava a realizar testes de despistagem contra o novo vírus.

Portugal é notícia lá fora por ser dos países que mais testa

"Por que é que Portugal tem uma taxa de testagem à Covid-19 que é mais do dobro do que quase todos os outros países?". Este é o título de uma reportagem publicada, na passada segunda-feira, pelo prestigiado jornal britânico The Telegragh

O artigo começa por recordar que Portugal "não é um país rico" e que, em comparação a países como a Alemanha, Suíça, Coreia do Sul ou Reino Unido, não tem os mesmos recursos, como por exemplo um "sistema de educação superior de elite" ou uma "forte indústria farmacêutica". 

Tal como já outros meios de comunicação tinham apontado, a pergunta neste artigo é como é que Portugal conseguiu lidar e combater contra a pandemia de uma forma tão eficaz e, em muitos aspetos, com mais sucesso do que a maioria dos países infetados. Um deles é o número de testes realizados. 

Recordando os elevados números de países vizinhos como Espanha e Itália, a resposta para o nosso sucesso e para o facto de termos uma das maiores taxas de testagem no mundo, é, segundo a reportagem, "complexa". 

Ainda assim, é sublinhado que os "mais respeitados médicos e peritos em Portugal referem que houve grandes esforços por parte do setor privado, das universidades e do Governo, que permitiram que todos contribuíssem e fizessem parte da resposta" no combate ao surto. 

Entrevistada pelo The Telegrah, Inês Fronteira, professora de saúde pública na Universidade Nova, apontou que o facto de a população ter visto nas notícias o que estava a acontecer em Espanha e Itália, antes do surto se ter intensificado em Portugal, ajudou a que todos estivéssemos motivados para seguir à risca as recomendações de proteção individual e respeitarmos o confinamento social. 

Elogiando também a resposta montada pelo Serviço Nacional de Saúde, no artigo do jornal londrino, é também destacado que o facto de laboratórios privados estarem a fazer parte da testagem à Covid-19 é uma das chaves do sucesso português, tal como a decisão de realizar este rastreio logo desde 2 de março.

Mas, o aspeto mais importante nesta matéria, segundo o artigo, deve-se à capacidade que Portugal teve de começar a produzir os seus próprios testes fazendo com que os custos associados aos mesmos diminuíssem e, assim, fosse mais fácil testar a população. 

O The Thelegraph recorda que em meados de abril, Portugal encontrava-se no top 10 dos países que mais estava a realizar testes ao novo vírus, sendo que a 25 de maio era já o sexto país do mundo com a maior taxa de testagem

O artigo termina com um elogio à forma como o Instituto Ricardo Jorge está a gerir toda a operação de rastreio e como o Governo planeou toda esta resposta nacional contra o novo coronavírus.

De acordo com o relatório da situação epidemiológica divulgado hoje pela DGS, Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 14 mortes por Covid-19, cifrando-se o número total em 1.356 óbitos. Já em relação ao número de infetados, há esta quarta-feira mais 285, perfazendo um total de 31.292

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório