Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

Madeira garante que custo do teste à chegada será inferior a 150 euros

O teste à covid-19, que passa a ser obrigatório para todos passageiros desembarcados nos aeroportos da Madeira a partir de 01 de julho, terá um custo inferior a 150 euros, afirmou hoje o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

Madeira garante que custo do teste à chegada será inferior a 150 euros
Notícias ao Minuto

16:26 - 21/05/20 por Lusa

País Covid-19

"Os testes a realizar aqui serão muito mais baratos", disse o governante, à margem da inauguração de um arruamento em Câmara de Lobos, zona oeste da ilha, em reação a notícias divulgadas na imprensa regional, que apontavam aquele valor.

A obrigatoriedade de apresentação de um teste PCR negativo ou a sua realização à chegada entra em vigor em junho, em substituição do regime de quarentena decretado a partir de março.

O executivo, de coligação PSD/CDS-PP, estabeleceu que o custo do teste será assumido pelo passageiro, mas não indicou para já qual o valor, embora Miguel Albuquerque garanta que será inferior a 150 euros.

"Ninguém vai ter aqui testes de 150 euros", afirmou, reforçando: "Isso não tem nenhum sentido porque eu não vou, com certeza, pôr os residentes a pagar 150 euros", disse.

Albuquerque admitiu que o Governo Regional poderá subsidiar o teste e, por outro lado, assegurou que nem os turistas não vão pagar tanto.

"Essa ideia que as pessoas vão desembarcar aqui e vão fazer o teste e vão pagar 150 euros é inaceitável, isso nunca irá acontecer", vincou.

O arquipélago da Madeira regista um total de 90 casos de covid-19, dos quais 64 foram dados como curados, estando há 14 dias consecutivos sem sinalizar novas infeções.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório