Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Covid-19: Idoso infetado estava em lar ilegal em Vila Nova da Barquinha

Um idoso de um lar em Vila Nova da Barquinha (Santarém), espaço que se descobriu estar em situação ilegal, acusou positivo à covid-19, estando neste momento hospitalizado e os demais utentes confinados no local, informou hoje a autoridade de saúde.

Covid-19: Idoso infetado estava em lar ilegal em Vila Nova da Barquinha
Notícias ao Minuto

22:53 - 06/04/20 por Lusa

País Pandemia

"É um local de acolhimento que devia ter três pessoas, mas que tinha nove [utentes] e, efetivamente, uma das pessoas foi diagnosticada com covid positivo", disse à Lusa a delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo, Maria dos Anjos Esperança.

O utente daquele espaço, na freguesia de Atalaia, um idoso acamado, "já não está no lar e a Autoridade de Saúde já tomou as medidas necessárias e articulou com a autarquia e a Segurança Social, e as pessoas estão a ser devidamente acompanhadas", afirmou Maria dos Anjos Esperança.

Contactado pela Lusa, o presidente do município de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire, adiantou que "o doente encontra-se já hospitalizado e os outros oito utentes daquele espaço clandestino vão ser sujeitos a testes na terça-feira", testes que serão "extensíveis aos funcionários que fazem o acompanhamento habitual" a estes idosos.

"O lar onde estavam os nove idosos não estava licenciado pela Segurança Social e estava a laborar, pelo que se encontra ilegal", declarou Fernando Freire, esclarecendo que o diagnóstico positivo ao idoso "foi apurado em estabelecimento hospitalar", estando o utente infetado hospitalizado e os outros oito idosos "confinados naquele local, até fazerem os testes de diagnóstico na terça-feira".

Para o autarca, as principais preocupações relativas a esta situação, "além da ilegalidade", é a de "representar um perigo para a saúde e a segurança dos seus utentes", uma vez que "o lar não possui alvará e não têm acordos com a Segurança Social", logo "as condições de ajudas técnicas, saúde, ajudas sociais e de conforto serão muito primárias".

"Segundo informação médica, [o lar] irá permanecer aberto até à conclusão definitiva dos testes, mas em isolamento social, sem prejuízo das medidas a implementar pelas autoridades competentes", acrescentou Fernando Freire.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 73 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com cerca de 696 mil infetados e

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 311 mortes, mais 16 do que na véspera (+5,4%), e 11.730 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 452 em relação a domingo (+4%).

Dos infetados, 1.099 estão internados, 270 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 140 doentes que já recuperaram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório