Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Câmara de Vila Real de Santo António interdita praias do concelho

A Câmara de Vila Real de Santo António interditou a partir de hoje o acesso a todas as praias do concelho, para evitar aglomerações de pessoas e impedir a expansão da pandemia de covid-19, anunciou hoje a autarquia.

Câmara de Vila Real de Santo António interdita praias do concelho
Notícias ao Minuto

15:10 - 01/04/20 por Lusa

País Covid-19

O município adiantou que a "interdição de acesso será feita junto às entradas dos passadiços", abrange a "proibição de circulação nestas estruturas" que se encontram ao longo das principais praias do concelho e vigorará até 15 de abril de 2020, sendo a "sua continuidade reavaliada e comunicada antes do final desta data".

"A medida resulta da análise de risco efetuada na reunião de 31 de março da Subcomissão Municipal de Proteção Civil de Vila Real de Santo António COVID-19 e responde à necessidade de minimizar comportamentos de risco que favoreçam a propagação do novo coronavírus", justificou a autarquia algarvia num comunicado.

O município referiu que o encerramento destas zonas é feito "em parceria com a Autoridade Marítima Nacional, a Capitania do Porto de Vila Real de Santo António, as forças de segurança do concelho e a Agência Portuguesa do Ambiente".

A autarquia pediu a compreensão dos munícipes para a aplicação desta medida e apelou à população para seguir as recomendações das autoridades sanitárias, através da "redução de movimentos e contactos sociais" e da "permanência em casa", consideradas as "melhores respostas para o combate à situação de pandemia que o país e a região atravessam".

A Câmara de Vila Real de Santo António segue assim outras autarquias do distrito de Faro que desde sexta-feira interditaram o acesso às praias dos respetivos concelhos, como por exemplo as de Lagoa e Lagos, que fecharam os areais na sexta-feira, as de Loulé e Portimão, que o fizeram no sábado, ou a de Albufeira, que interditou o acesso às zonas de costa no domingo.

O município de Lagoa interditou as zonas de praia com o "objetivo de dissuadir a população de realizar passeios em grupos ou em zonas onde se juntem aglomerados de pessoas", em Lagos a decisão foi tomada por "tempo indeterminado" e nas zonas que foram identificados como "locais aprazíveis" e "mais propícios à concentração de pessoas".

A Câmara de Loulé anunciou o condicionamento dos acessos às praias do Trafal, Loulé Velho e Almargem, assim como o encerramento dos parques de estacionamento nas zonas do litoral, em Almancil: no Garrão Nascente, Vale do Lobo, Quinta do Lago, Dunas Douradas e Ancão, e, em Quarteira, no Passeio das Dunas.

A Câmara de Portimão fechou oito quilómetros de praias e áreas de litoral do concelho, para evitar aglomerados de pessoas e conter a expansão da pandemia de covid-19, e a de Albufeira interditou os acessos aos parques de estacionamento que dão acesso às praias Galé Oeste, Galé (estrada de acesso à praia), Evaristo, Castelo, S. Rafael, Arrifes, Santa Eulália, Maria Luísa, Olhos de Água e Barranco.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 187 mortes, mais 27 do que na véspera (+16,9%), e 8.251 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 808 em relação a terça-feira (+10,9%).

Dos infetados, 726 estão internados, 230 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório