Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Covid-19: Quarta morte em lar de Albergaria

Um idoso do lar Geriabranca de Albergaria-a-Velha que estava infetado com o novo coronavírus morreu hoje de manhã, elevando para quatro o número de mortes associadas à covid-19 nesta instituição, informou a diretora técnica.

Covid-19: Quarta morte em lar de Albergaria
Notícias ao Minuto

18:24 - 31/03/20 por Lusa

País Covid-19

Em declarações à Lusa, a diretora técnica do lar, Lurdes Reis, disse que a quarta vítima mortal é um homem de 87 anos que estava internado no Hospital de Aveiro desde a passada terça-feira.

"O senhor estava num estado muito avançado da doença, totalmente dependente. Estava muito debilitado com patologia cardíaca e renal", adiantou a responsável.

Além deste caso, há mais dois idosos da casa geriátrica situada na freguesia da Branca infetados com o novo coronavírus que se encontram hospitalizados em Aveiro.

Os restantes 17 idosos que estão infetados foram transportados no domingo para o hospital das Forças Armadas no Porto, na sequência de um pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

No lar, que foi sujeito a uma ação de descontaminação na segunda-feira por parte de militares da GNR, permanecem cinco utentes e três funcionárias que testaram todos negativo. Uma outra utente que também testou negativo foi encaminhada para casa de familiares.

A primeira vítima mortal do lar Geriabranca foi uma mulher de 89 anos que morreu na segunda-feira, quando estava internada no Hospital de Aveiro.

Quatro dias depois, morreu um homem de 93 anos, que tinha outras patologias associadas, e na segunda-feira morreu um homem de 92 anos que tinha sido transferido para o Hospital das Forças Armadas no Porto.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 38 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 160 mortes, mais 20 do que na véspera (+14,3%), e 7.443 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 1.035 em relação a segunda-feira (+16,1%).

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

JDN//LIL

Lusa/Fim

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório