Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
26º
MIN 20º MÁX 33º

Edição

Mulher dizia que tinha Covid-19 e cuspia em pessoas. Foi detida em Braga

Cidadã não queria "dirigir-se a casa, mantendo sempre uma postura irredutível".

Mulher dizia que tinha Covid-19 e cuspia em pessoas. Foi detida em Braga

Uma mulher de 43 anos de idade foi detida na manhã desta terça-feira, em Braga, por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário que está em vigor no país. A Polícia de Segurança Pública (PSP) teve conhecimento, "através de uma chamada telefónica", que a cidadã estava a causar distúrbios no interior de uma padaria, na Rua Andrade Corvo.

Ao dirigir-se ao referido local, é explicado em comunicado enviado às redações, os agentes foram informados pelo proprietário que esta situação já se repetia há vários dias, "colocando em perigo a integridade física dos funcionários e clientes".

"Segundo ainda informações obtidas no local, a mesma era ainda acusada de dizer aos clientes que estava infetada com o vírus Covid-19 e cuspia em objetos e em pessoas, chegando mesmo a agredi-las", pode ler-se na mesma nota.

A mulher foi aconselhada a "regressar à sua residência", tendo-se recusado. Mesmo depois de ter sido informada que "se não cumprisse a indicação da Polícia, incorreria num crime de desobediência", esta continuou a "negar dirigir-se a casa, mantendo sempre uma postura irredutível"

Assim, acabou detida e foi notificada para comparecer no Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório