Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Português com coronavírus transportado amanhã para hospital no Japão

Informação foi dada pela mulher de Adriano Maranhão e, minutos depois, confirmada pela diretora-geral de Saúde Graça Freitas.

Português com coronavírus transportado amanhã para hospital no Japão

Adriano Maranhão, o português infetado com coronavírus, vai ser transferido amanhã (terça-feira, dia 25) para um hospital no Japão, adiantou à RTP3 a mulher do tripulante do navio cruzeiro Diamond Princess.

Em conferência de imprensa, esta tarde de segunda-feira, Graça Freitas confirmou esta informação. "O doente [Adriano Maranhão] irá abandonar o navio durante a madrugada de hoje em Portugal, no Japão será já o dia de amanhã. Este senhor irá para um hospital para ser acompanhado. É essa a informação que temos através do nosso Ministério dos Negócios Estrangeiros que é quem acompanha esta situação no Japão in loco com as autoridades japonesas". 

"Nada indica que a sua situação clínica seja grave", assegurou a diretora-geral da Saúde, acrescentando que o português "vai ser levado para um hospital de referência no Japão, cumprindo o protocolo" do país

Já no domingo, as autoridades japonesas confirmaram que Adriano, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, deu positivo ao coronavírus Covid-19, de acordo com fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Esta segunda-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros disse que o Governo português continuava a insistir com as autoridades japoneses para que o português infetado com o novo coronavírus, retido no navio no Japão, seja transferido para uma unidade hospitalar.

"O nosso concidadão continua no navio em quarentena e ainda não foi transferido para um hospital de referência. Continuamos a insistir com as autoridades japoneses para que o seja. Esperamos que venha a ser nas próximas horas ou dias", disse à Lusa Augusto Santos Silva.

O ministro disse ainda ter a informação de que o estado de saúde de Adriano Maranhão passou a ser sintomático.

Também hoje, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) avisou que o mundo tem de se preparar para uma "eventual pandemia" do novo coronavírus, considerando "muito preocupante" o "aumento repentino" de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.

[Notícia atualizada às 18h19]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório