Meteorologia

  • 09 ABRIL 2020
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Português infetado com coronavírus no Japão. Está a bordo de navio

O cidadão português está a bordo do navio Diamond Princess.

Português infetado com coronavírus no Japão. Está a bordo de navio

O primeiro caso de um português infetado com Covid-19 (coronavírus) diz respeito a um cidadão natural da Nazaré, que pertence à tripulação do navio Diamond Princess, avança a TVI24. 

O homem de 41 anos está de quarentena há mais de 15 dias no Japão, juntamente com centenas de passageiros. A mulher do português revelou ainda à estação televisiva que o marido está "fechado na cabine, sem qualquer tipo de apoio".

O português, Adriano Maranhão, é, segundo a sua mulher, canalizador do navio e só foi testado há dois dias, tendo sido colocado numa cabine em isolamento há cerca de oito horas.

Contactada pela Lusa, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirma que ainda está à espera de confirmação oficial, mas admitiu que recebeu informação do Japão na sexta-feira à noite a informar que a tripulação do navio tinha começado a ser testada no dia 20.

"Estamos à espera de informação. Como é de noite agora no Japão, calculo que amanhã tenhamos informação concreta sobre os resultados", afirmou.

Segundo adiantou a mulher de Adriano Maranhão, Emmanuelle, o português "foi examinado pela primeira vez há dois dias", após "terem desembarcado os passageiros".

"Neste momento está numa cabine, fechado, desde há 7 ou 8 horas, ou mais, sem apoio, sem medicação, sem tratamento, sem nenhum tipo de procedimento nem encaminhamento e sem comer sequer", lamentou Emmanuelle Maranhão, referindo que tem tentado contactar quer o Governo, quer a embaixada, quer a empresa do navio, mas sem obter mais informações.

O cruzeiro, ancorado no porto de Yokohama, a sul de Tóquio, é o maior foco de Covid-19 fora da China continental, tendo registado mais de 600 infetados entre os passageiros, dois dos quais morreram.

Na quarta-feira, as autoridades japonesas deram início à operação de desembarque dos passageiros saudáveis, findo o período de quarentena do navio, iniciado em 3 de fevereiro, operação que terminou na sexta-feira.

Emmanuelle Maranhão lamenta a falta de apoio ao marido, referindo que "ainda não obteve resposta nenhuma" e que Adriano continua no quarto sem que ninguém lhe dê mais informações.

"Um cidadão português que está infetado, está em serviço, está a cumprir as suas funções e está dentro desta confusão tem de ter um apoio", afirmou, sublinhando que Adriano Maranhão "é pai de 3 filhos pequenos".

Na quinta-feira, recorde-se, um homem de 87 anos e uma mulher de 84, ambos de nacionalidade japonesa e já com problemas de saúde, foram as primeiras vítimas do coronavírus Covid-19 entre os 621 passageiros do Diamond Princess até agora contagiados pelos vírus.

O número de vítimas mortais resultantes deste surto viral, que teve como epicentro a cidade de Wuhan, no centro da China, situa-se, nesta altura, nos 2.345, dentro do país. Registaram-se mais três mortes nas províncias ou regiões administrativas de Hebei, Xangai e Xinjiang.

Além dos 2.345 mortos na China continental, morreram cinco pessoas no Irão, três no Japão, duas na região chinesa de Hong Kong, duas na Coreia do Sul, uma nas Filipinas, uma em França, uma em Taiwan e duas em Itália.

O Notícias ao Minuto está a tentar apurar mais informações sobre o caso do português infetado junto da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas. 

[Notícia atualizada às 19h15]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório