Meteorologia

  • 09 ABRIL 2020
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Prisão preventiva para suspeito de balear homem durante roubo em Belmonte

O suspeito de ter baleado um homem durante um roubo na quarta-feira, em Caria, concelho de Belmonte, distrito de Castelo Branco, vai ficar em prisão preventiva, anunciou a Polícia Judiciária da Guarda.

Prisão preventiva para suspeito de balear homem durante roubo em Belmonte
Notícias ao Minuto

13:14 - 07/02/20 por Lusa

País Crime

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Departamento de Investigação Criminal da Guarda explica que o detido tem 36 anos, é desempregado e que já tem "antecedentes criminais por crimes violentos, inclusive de homicídio na forma tentada e ligações ao tráfico e consumo de estupefacientes".

A PJ especifica que o homem está indiciado pelos crimes de homicídio na forma tentada, roubo e detenção de arma proibido. Foi presente às autoridades judiciárias e ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

Os factos ocorreram na manhã de quarta-feira e tiveram como vítima um cidadão de nacionalidade estrangeira, que se deslocava a pé para o trabalho e que foi abordado violentamente pelo suspeito.

"Tendo por objetivo a apropriação dos pertences da vítima, transportados numa mochila que a mesma carregava, o ora detido ameaçou com uma pistola de calibre 6.35 mm, que acabou por disparar, perante a resistência da vítima, atingindo-a na zona das costas, junto à região pulmonar", explica a PJ.

Segundo o referido, o suspeito apropriou-se em seguida da dita mochila e colocou-se em fuga, "vindo, entretanto, a ser localizado, como eventual suspeito, pela GNR de Caria, que prontamente comunicou também esse facto à PJ".

"Desenvolvidas as pertinentes diligências investigatórias da competência reservada da PJ e não obstante a negação inicial dos factos por parte do suspeito, foi possível reunir sólidos elementos de prova acerca da responsabilidade criminosa que agora lhe é imputada, assim como recuperar a arma de fogo utilizada na prática dos crimes e a quase totalidade dos pertences roubados à vitima", é referido.

De acordo com a PJ, "apesar da gravidade dos factos, a vítima, que permanece com o projétil alojado junto ao pedículo de D7 e o 7.º arco costal, encontra-se estável e estará presentemente também livre de perigo para a vida".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório