Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2020
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 22º

Edição

Segurança detido por crimes violentos. Usou arma de fogo após desacatos

É suspeito da prática de homicídio na forma tentada, detenção de arma proibida e exercício ilegal de segurança.

Segurança detido por crimes violentos. Usou arma de fogo após desacatos

Um homem de 40 anos foi detido pela Polícia Judiciária - através da Diretoria do Norte, no âmbito de inquérito tutelado pelo DIAP de Santa Maria da Feira - por suspeitas da prática dos crimes de homicídio na forma tentada, detenção de arma proibida e exercício ilegal de segurança. Os factos ocorreram a 8 de junho de 2019, "no interior e nas imediações de um estabelecimento de diversão noturna", em Nogueira da Regedoura.

De acordo com um comunicado enviado às redações, na altura, dois grupos de clientes envolveram-se em agressões no interior do estabelecimento, o que levou a que uma equipa de segurança deste interviesse. 

No decurso dos desacatos, "um dos clientes veio a ser ferido com uma arma branca, tendo o arguido, elemento associado à segurança da discoteca, munido de uma arma de fogo, disparado intencionalmente na direção de, pelo menos, três pessoas".

A Polícia Judiciária explica que estes disparos não fizeram feridos "apenas por mero acaso", uma vez que quando tudo aconteceu estavam no local "centenas de pessoas".

Este detido, carpinteiro de profissão e com "antecedentes criminais pela prática dos crimes de condução sem habilitação legal, extorsão, ameaça, roubo, homicídio tentado, detenção de arma proibida e ofensas à integridade física", vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação adequadas. 

O Jornal de Notícias refere que o detido é Natalino Correia, irmão de Ilídio Correia, segurança morto a tiro, em 2007, no Porto, durante a onda de violência que ficou conhecida como 'Noite Branca'.

No âmbito deste inquérito já foi detido, a 16 de janeiro de 2020, "um outro cidadão do sexo masculino, com 21 anos, indiciado também por homicídio na forma tentada". Está em prisão preventiva

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório