Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2020
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Responsáveis de IPSS acusados de burla à Segurança Social

O Ministério Público acusou de burla tributária o presidente e duas diretoras técnicas de uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) de Ponte de Lima, por alegadamente terem declarado à Segurança Social serviços que não prestaram.

Responsáveis de IPSS acusados de burla à Segurança Social
Notícias ao Minuto

21:06 - 21/01/20 por Lusa

País Burla

Em nota hoje publicada no seu 'site', a Procuradoria-Geral Distrital do Porto acrescenta que a IPSS do distrito de Viana do Castelo também vai responder pelo mesmo crime.

O Ministério Público considerou indiciado que o presidente e duas diretoras técnicas, "relativamente a 11 utentes idosos que frequentavam valências da IPSS, declararam à Segurança Social, para efeitos de atribuição de prestações, serviços nunca prestados".

Segundo o Ministério Público, com esta conduta a IPSS teve uma vantagem patrimonial ilegítima superior a 33.600 euros, "à custa" da Segurança Social.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório