Meteorologia

  • 17 FEVEREIRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Malásia devolve 150 contentores de lixo a 13 países, incluindo Portugal

Ministro do Ambiente do país deixa claro: "A Malásia não é o aterro sanitário do mundo".

Malásia devolve 150 contentores de lixo a 13 países, incluindo Portugal

A Malásia devolveu 150 contentores ilegais de lixo plástico a 13 países que, desde que a China proibiu a importação de resíduos plásticos para a sua indústria de reciclagem, em 2018, têm enviado para o Sudoeste Asiático os seus desperdícios.

De acordo com a Sky News, o reenvio do lixo aos países de origem está a acontecer desde do terceiro trimestre do ano passado e prevê-se que pelo menos mais 110 contentores sejam devolvidos até meados deste ano. Ao todo já foram devolvidos 3737 toneladas de resíduos.

Esta segunda-feira, o ministro do Ambiente da Malásia, Yeo Bee Yin, deixou bem claro que "a Malásia não é o aterro sanitário do mundo" e que as autoridades malaias "tomarão as medidas necessárias" para que isto não volte a acontecer.

O país, garante Yeo Bee Yin, está agora focado na "luta contra a poluição, em particular o lixo plástico".

Durante a mesma intervenção, Yeo Bee Yin informou ainda os meios de comunicação locais que não pagou um cêntimo com a devolução dos resíduos pois estes foram totalmente suportados pelos navios importadores.

"Não queremos pagar um único centavo. As pessoas enviam-nos lixo, não devemos pagar para devolvê-lo", disse o governante.

Ainda segundo a Sky News, dos 150 contentores, 43 foram devolvidos à França, 42 ao Reino Unido, 17 aos EUA, 11 ao Canadá, 10 a Espanha e os restantes a Hong Kong, Singapura, China, Bangladesh, Sri Lanka, Lituânia e até Portugal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório