Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Situação de cheia no Vale do Mondego está a estabilizar

A situação de cheia no Vale do Mondego está a estabilizar, mas o nível da água está "a baixar muito lentamente", afirmou hoje o presidente da Câmara de Montemor-o-Velho.

Situação de cheia no Vale do Mondego está a estabilizar

A autarquia do distrito de Coimbra está neste momento a fazer a monitorização de todo o vale afetado pelas cheias do Mondego, sendo que a localidade de Ereira "é o único sítio onde a água está a subir, mas apenas um centímetro", disse à agência Lusa o presidente da Câmara, Emílio Torrão.

"A situação está estável e vamos continuar a monitorizar com alguma paciência", referiu.

Segundo Emílio Torrão, as populações afetadas no vale central do Baixo Mondego "ainda estão com problemas, porque a água vai demorar a baixar", mas "as coisas vão melhorando".

A Estrada Nacional 111, junto a Tentúgal, continua cortada não havendo ainda expectativa de quando é que será reaberta, referiu Emílio Torrão, justificando que no vale do Mondego "o nível da água está a baixar muito lentamente".

"Vamos continuar a monitorizar os níveis de subida e descida de águas, mas não há nenhuma decisão a tomar. A decisão é deixar as pessoas descansarem e gozarem o Natal", afirmou.

Já na segunda-feira, o comandante distrital de operações de socorro de Coimbra tinha referido que tinham começado a surgir os primeiros sinais positivos de melhoria e diminuição do grau de risco.

Os efeitos do mau tempo da semana passada, na sequência das depressões Elsa e Fabien, provocaram dois mortos e um desaparecido e deixaram 144 pessoas desalojadas, registando-se mais de 11.600 ocorrências, na maioria inundações e quedas de árvores.

O mau tempo levou também a condicionamentos na circulação rodoviária e ferroviária, danos na rede elétrica e subida dos caudais de vários rios, provocando inundações em zonas ribeirinhas das regiões Norte e Centro, em particular no distrito de Coimbra.

No rio Mondego, a rutura de dois diques provocou cheias em Montemor-o-Velho, onde várias zonas foram evacuadas e uma grande área, incluindo muitas plantações, estradas e o Centro de Alto Rendimento, ficou submersa.

Leia Também: Ministro sugere "mudar aldeias de sítio". "É uma perspetiva", diz autarca

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório