Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Hospitais de Coimbra investem em novo armazém para medicamentos

Os serviços farmacêuticos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) tem em funcionamento um novo armazém central, cujo investimento foi de mais de meio milhão de euros, foi hoje anunciado.

Hospitais de Coimbra investem em novo armazém para medicamentos
Notícias ao Minuto

17:23 - 23/12/19 por Lusa

País Coimbra

"O novo armazém central passa a garantir mais segurança para os medicamentos e outros produtos de saúde, acesso controlado aos medicamentos e melhores condições de armazenamento, melhor gestão de recursos humanos e maior eficiência dos procedimentos de trabalho, por via da sua centralização, normalização de processos e ganhos na gestão centralizada de stocks", refere um comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo o diretor dos serviços farmacêuticos, José Feio, citado na nota, "a segurança do doente em primeiro lugar é o objetivo central dos processos de trabalho implementados".

De acordo com o responsável, o novo armazém central vai contribuir "de uma forma muito importante" para o acondicionamento de medicamentos "com mais segurança e equipas com melhores condições de trabalho, minimizando a probabilidade de ocorrência do erro".

"O novo armazém central tem capacidade instalada para o horizonte temporal da próxima década, no que respeita ao armazenamento dos novos medicamentos que necessitem de temperaturas entre os dois e os oito graus centígrados e para a gestão integrada de medicamentos para a terapia génica que necessitem de temperaturas de ultracongelação (-70ºC a -80ºC)", refere o comunicado.

O diretor dos serviços farmacêuticos salienta que "a terapêutica necessária passou, desta forma, a ser preparada num ponto centralizado e entregue diretamente aos serviços clínicos evitando-se, assim, a necessidade de diversos interlocutores e 'stocks' avançados de medicamentos".

José Feio refere ainda que esta nova estrutura muda o "paradigma da logística atual" e prevê poupanças diretas "superiores a dois milhões de euros nos primeiros dois anos".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório