Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Câmaras de Viseu e de Sátão pedem requalificação urgente da EN 229

Os presidentes das Câmaras de Viseu e do Sátão vão pedir à Infraestruturas de Portugal que lance rapidamente a requalificação da Estrada Nacional (EN) 229, há muito prometida e para a qual os municípios estão dispostos a contribuir financeiramente.

Câmaras de Viseu e de Sátão pedem requalificação urgente da EN 229
Notícias ao Minuto

16:37 - 14/11/19 por Lusa

País Estrada

"Assinámos um protocolo com o Governo de Passos Coelho já lá vão mais de cinco anos. Já passou um Governo completo e estamos na vigência de outro" sem que a obra avance, lamentou hoje o presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, aos jornalistas.

O autarca social-democrata lembrou que, na quarta-feira, se registaram três acidentes num curto espaço de tempo naquela estrada, um dos quais provocou seis feridos, três deles graves.

"Ontem (quarta-feira), estive a falar com o presidente da Infraestruturas de Portugal e marquei uma reunião para 26 de novembro, em Lisboa", contou Almeida Henriques, acrescentando que irá acompanhado pelo presidente da Câmara do Sátão, "para ver se, de uma vez por todas, a Infraestruturas de Portugal lança esta obra que é da sua competência".

Almeida Henriques frisou que "há muito que é sinalizada como imperiosa" a requalificação da EN 229, que liga 11 concelhos, entre Viseu e S. João da Pesqueira.

Apesar da "boa articulação que tem havido nos últimos meses" com a Infraestruturas de Portugal, "a verdade é que não está nem protocolo assinado, nem obras lançadas", lamentou.

O autarca explicou que o acordo assinado no tempo de Passos Coelho "foi colocado na gaveta", sendo preciso tentar encontrar outro entendimento.

Segundo Almeida Henriques, apesar de esta obra não ser da competência das autarquias, Viseu assumiu o compromisso de investir nela um milhão de euros do seu orçamento e o Sátão de alocar 200 mil euros.

"Portanto, já estamos a fazer um esforço demasiado grande para uma obra que não é da nossa responsabilidade, mas que serve muito o concelho de Viseu, do Sátão e mais nove", realçou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório