Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Fenprof estreou novo parlamento com velhas reivindicações dos professores

A Federação Nacional dos Professores entregou hoje no parlamento uma petição com 13.000 assinaturas pela recuperação de todo o tempo de serviço prestado pelos professores, mas também por um regime específico de aposentação e concursos mais justos.

Fenprof estreou novo parlamento com velhas reivindicações dos professores
Notícias ao Minuto

16:56 - 12/11/19 por Lusa

País FENPROF

Após a entrega da petição, a estrutura sindical iniciou uma ronda de contactos com os grupos parlamentares, disse à agência Lusa fonte da Fenprof.

A maior organização de professores promete que esta é a primeira petição da legislatura, em defesa das condições de trabalho e de aposentação dos professores.

Os docentes exigem a recuperação dos seis anos, seis meses e 23 dias de serviço não contabilizados pelo governo, no âmbito do descongelamento das carreiras, após uma negociação encerrada unilateralmente pela tutela.

Os professores têm vindo também a reclamar um regime específico de aposentação, ao fim de 36 anos de serviço.

De acordo com a Fenprof, mais de 85% dos professores têm 40 anos ou mais. Metade dos docentes já passou dos 50 anos e 12% tem mais de 60 anos.

Durante as audiências com os grupos parlamentares, a Fenprof entregará um caderno reivindicativo, que tenciona também apresentar ao Ministério da Educação, ao qual já solicitou uma reunião, de acordo com a informação hoje divulgada.

A Fenprof reclama igualmente o fim do que classifica como "abusos e ilegalidades nos horários de trabalho", a par de "um combate determinado contra a precariedade".

Os professores continuam a exigir "um regime de concursos mais justos" e o fim das ultrapassagens na carreira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório