Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

"Se beber, não conduza". Saiba exactamente porquê

Consegue ver as figuras da imagem que ilustra este artigo? Provavelmente, se estivesse sob efeito do álcool não seria capaz.

"Se beber, não conduza". Saiba exactamente porquê

A Guarda Nacional Republicana (GNR) volta a alertar para uma das principais regras para quem conduz e que todos sabemos de cor e salteado: "Se beber, não conduza".

Sob a influência do álcool, refere a GNR, as capacidades de atenção e de concentração do condutor ficam diminuídas.

Além dos prejuízos sensoriais e cognitivos, o sistema visual sofre alterações, nomeadamente reduz a acuidade visual quer para perto, quer para longe e leva à alteração dos contornos dos objetos.

Mais. Incapacita o condutor de avaliar corretamente as distâncias e as velocidades; reduz a visão noturna e crepuscular; e aumenta o tempo de recuperação após encandeamento e diminui o campo visual.

A autoridade sublinha que "pequenos aumentos da taxa de álcool no sangue traduzem-se em grandes reduções do campo visual". 

Estudos efetuados sobre o campo de visão, a uma velocidade estabilizada, comprovam que este sofre, com uma Taxa de Álcool no Sangue (TAS) de 0,50g/l, uma redução de cerca de 30%, exemplifica a GNR

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório