Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Comunidade portuguesa em Toronto vai ter centro para idosos

A comunidade portuguesa vai contar, dentro de três anos, com um centro para idosos, um projeto há muito ambicionado pelos emigrantes na maior cidade canadiana, disse à Lusa um dos promotores.

Comunidade portuguesa em Toronto vai ter centro para idosos
Notícias ao Minuto

09:24 - 21/10/19 por Lusa

País Canadá

A Magellen Community Charities (Instituição de Caridade Comunitária Magalhães), organização sem fins lucrativos, em homenagem ao navegador português, pretende inaugurar o centro para 320 idosos em 2022, altura em que se assinalam os 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães.

"É um sonho de 20 anos, em que vários membros da comunidade já pensavam num centro para idosos, mas não existiam licenças disponíveis. Quando estava no governo trabalhei nesse sentido", começou por afirmar Charles Sousa, diretor da instituição.

O antigo ministro das Finanças do Ontário explicou ainda que o projeto faz parte do orçamento provincial.

"A licença foi atribuída ao Centro de Cuidados Comunitários Magalhães na vertente cultural, de propósito para a comunidade. Vão ainda ser incluídas 60 camas com cuidados e apartamentos de vida assistida, não para aqueles que necessitam de cuidado a longo termo, mas que necessitam de independência. A parte principal do edifício será destinado à comunidade em geral", sublinhou.

Charles Sousa realçou ainda que o edifício funcionará com uma verdadeira "Casa de Portugal", mostrando que a comunidade portuguesa "está envolvida e está a contribuir para a cidade de Toronto e para a província do Ontário".

O projeto de 85 milhões de dólares canadianos (58 milhões de euros) será financiado através de doações e empréstimos de instituições financeiras, e por apoios dos governos (federal, provincial e municipal).

Em abril de 2018, o ministério de Saúde e de Cuidados de Longo Termo do Ontário atribuiu ao Centro de Caridade Magalhães a licença de 256 camas de longo termo.

Cerca de um ano depois, a Câmara de Toronto anunciou a cedência para o projeto do terreno de um acre, localizado no número 640 da Lansdowne Avenue, iniciativa também inserida no programa de habitações a preços acessíveis do município.

O terreno municipal foi cedido por um período de 99 anos com o custo simbólico de um dólar por ano, ficando isento do imposto predial, sendo uma "parceria inédita da autarquia".

"Fazemos várias parcerias em termos de habitações a preços acessíveis, mas com uma casa para idosos, é o primeiro. É um projeto de importância para a cidade e para a comunidade local, e muito significativo para a comunidade luso-canadiana que não tem nenhuma infraestrutura neste sentido e que há muitos anos sente a necessidade de uma casa para idosos", disse a vice-presidente da Câmara de Toronto Ana Bailão.

A autarquia vai ainda ser responsável pela construção no terreno de uma "zona verde e por unidades de habitação a preços acessíveis".

É importante que a comunidade portuguesa esteja envolvida no projeto pela "oportunidade único", apelou o empresário e diretor da Magellan Community Charities, Manuel da Costa.

"É importante estamos todos envolvidos, se não vamos perder uma oportunidade que não termos num futuro próximo. Estamos empenhados para que tenha sucesso e para que toda a comunidade se envolva. Não é só para nós (direção), mas para toda a comunidade", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório