Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Único aluno de Engenharia em Castelo Branco com segunda média mais alta

O curso de Engenharia Civil do Politécnico de Castelo Branco preencheu uma das 25 vagas disponíveis desde a primeira fase com a segunda média mais alta do fim do concurso de acesso ao ensino superior, segundo dados hoje divulgados.

Único aluno de Engenharia em Castelo Branco com segunda média mais alta

De acordo com os resultados oficiais hoje divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), foi preciso chegar à última fase do concurso nacional de acesso (CNA) ao ensino superior público para que o curso de Engenharia Civil no Politécnico de Castelo Branco recebesse um candidato, que, com a segunda média de candidatura mais alta nesta fase, será o único aluno do curso, se concretizar a matrícula, e até serem conhecidos os resultados dos concursos especiais de acesso que se seguem.

Com uma nota de 18,66 valores, o candidato é até agora o único colocado na licenciatura que tinha desde o início 25 vagas por preencher.

Uma nota mais alta nesta fase só se registou em Medicina Dentária, na Universidade do Porto, que preencheu a única vaga levada a concurso neste curso com um registo de 18,85 valores.

Médias acima dos 18 valores foram ainda registadas em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, no Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade de Lisboa e em Medicina, na Universidade de Coimbra.

Concluída a terceira fase do CNA, 359 cursos deixaram ainda vagas por preencher e entre eles há 216 que não tiveram qualquer candidato.

No final do CNA ainda sobram 2.607 vagas nas instituições públicas, mais do que os 2.286 candidatos que na terceira fase não conseguiram colocação nas suas opções, segundo os dados oficiais hoje revelados.

O MCTES divulgou hoje os resultados da terceira e última fase de candidatura ao concurso nacional de acesso ao ensino superior, que revelam que apenas 1.402 estudantes dos 3.688 que se candidataram conseguiram um lugar nas universidades ou politécnicos públicos.

As instituições colocaram a concurso 3.428 vagas, às quais acresceram outras 552 "libertadas por candidatos colocados e matriculados em fase anterior" e que procuraram outra colocação noutro curso.

Sobraram 2.607 vagas, menos do que as 3.468 que sobraram em 2018, e terminado o concurso nacional de acesso (CNA) são agora 46.058 estudantes o número total de colocados no ensino superior público, mais 1,6% do que os 45.313 colocados em 2018.

Os resultados da terceira fase do CNA estão desde hoje disponíveis no portal da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), em http://www.dges.gov.pt, e as matrículas dos colocados realizam-se até 15 de outubro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório